PublicidadeNEC

Operário é parado por André Luiz e se despede da Taça Barcímio Sicupira

Goleiro do Toledo faz ótima partida e garante vaga do 'Porco' nos pênaltis

Por: Felipe Gustavo em 17/02/2019 19:22:39 atualizado em 17/02/2019 19:38:40

Operário é parado por André Luiz e se despede da Taça Barcímio Sicupira

Toledo e Operário mediram forças no 14 de Dezembro, oeste do estado; mais de 4 mil pessoas acompanharam a semifinal - Foto: Divulgação/Toledo EC

Operário é parado por André Luiz e se despede da Taça Barcímio Sicupira

O Operário Ferroviário está fora da disputa pelo título do primeiro turno do Campeonato Paranaense. O Fantasma foi eliminado pelo Toledo, neste domingo (17), na semifinal da Taça Barcímio Sicupira - disputada no Estádio 14 de Dezembro. A equipe alvinegra até buscou o empate por 1 a 1 nos instantes finais, mas não conseguiu superar o rival na disputa de pênaltis. O goleiro André Luiz, do Toledo, foi o destaque individual do duelo.

1º TEMPO

O técnico Gerson Gusmão promoveu as entradas do zagueiro Rodrigo e do lateral esquerdo Peixoto, ocupando as vagas de Alisson e Allan Vieira, respectivamente. E foi justamente por esse lado que o Toledo abriu o placar logo aos sete minutos. Pacato fez jogada de corpo no lateral do Operário e permitiu o lance que decretou o gol do zagueiro Eduardo.  

A partir de então, o Toledo mostrou superioridade em campo, pressionando a meta do goleiro Simão. Porém, com o decorrer do tempo, o Fantasma dominou a posse de bola, enquanto os donos da casa aguardavam no campo de defesa.

Novamente com dificuldades para criar, o Operário só assustou pra valer a meta de André Luiz na bola parada. O meia-atacante Dione foi quem chegou mais perto.

2º TEMPO

A etapa complementar começou com um susto do goleiro Simão logo aos cinco minutos. O camisa 1 - que levou cartão amarelo no intervalo por reclamação - errou o tempo de bola e socou nos pés do adversário; Willian dominou e finalizou por cima.

O técnico Gerson Gusmão então resolveu ousar. Lucas Batatinha foi para o jogo no lugar de Danilo Baia. Com a mudança, Chicão passou a atuar pelo lado direito. Na primeira chegada após a alteração, o Fantasma quase deixou tudo igual. Peixoto aproveitou a sobra na área e bateu forte; a bola explodiu no goleiro André Luiz.

Aos 23 minutos veio a substituição que decidiu o tempo normal do confronto. Cleyton - recuperado de lesão no joelho - estreou no Paranaense; Rafinha deixou o gramado. Em poucos instantes, o meia mostrou mobilidade e esteve perto de marcar.

Gerson Gusmão ainda colocou Robinho no lugar de Pedrinho. A pressão do Fantasma deu resultado aos 43 minutos. Cleyton (de novo ele) fez jogada individual, tirou a marcação e arrematou; a bola desviou no defensor e morreu no fundo do gol. Empate e pênaltis em Toledo.

ANDRÉ LUIZ É O NOME!

O goleiro do Toledo brilhou assim como em todo o primeiro turno do Campeonato Paranaense. Ele defendeu a cobrança de Lucas Batatinha e ainda contou com a sorte: Cleyton mandou na trave e Schumacher bateu pra fora. Só Robinho anotou gol para os visitantes.

Do outro lado, Simão pegou duas batidas, mas viu Revson, Willian e Guilherme Rend marcarem e classificarem o Toledo para a final da Taça Barcímio Sicupira.

FICHA TÉCNICA

Toledo: André Luiz; Eduardo, Netto, Matheus e Jhonatan; Julio Cesar, Pacato (Guilherme Rend), Eduardinho e Wayni (Willian); Tiaguinho (Marcelinho) e Revson. Técnico: Agenor Piccinin

Operário: Simão; Danilo Báia (Lucas Batatinha), Rodrigo, Sosa e Peixoto; Chicão, Índio, Pedrinho (Robinho) e Dione; Rafinha (Cleyton) e Schumacher. Técnico: Gerson Gusmão

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques (árbitro); Everson de Souza e Denise Akemi Simões de Oliveira (assistentes)

Local: Estádio Municipal 14 de Dezembro, em Toledo (PR) | 17/02/19

Público e Renda: 3.846 pagantes | 4.051 total | R$102.020,00 

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/7468/operario-e-parado-por-andre-luiz-e-se-despede-da-taca-barcimio-sicupira" data-text="Operário é parado por André Luiz e se despede da Taça Barcímio Sicupira">
PublicidadeNEC