PublicidadeNEC

Com logística aérea difícil, Operário viaja de ônibus para enfrentar a Ponte Preta

CBF tem parceria com a Gol; em PG, voos são da azul, mas sem linha na quinta

Por: ‎Emmanuel Fornazari em 14/05/2019 06:15:41

Com logística aérea difícil, Operário viaja de ônibus para enfrentar a Ponte Preta

Chicão desembarca de ônibus que levou Operário às viagens no Campeonato Paranaense - Foto: José Tramontin/Arquivo OFEC

Com logística aérea difícil, Operário viaja de ônibus para enfrentar a Ponte Preta
PublicidadeNEC
Elenco e comissão técnica do Operário Ferroviário vão de viajar de ônibus para Campinas (SP), cidade onde o time enfrenta a Ponte Preta na próxima sexta-feira (17), às 21h30, no Estádio Moises Lucarelli. A viagem está marcada para a manhã de quinta, com treino à tarde em solo paulista.
 
A opção alvinegra se deu pela logística aérea complicada. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) tem parceria com a Gol para as viagens das equipes. Porém, a empresa não tem linhas partindo o Aeroporto Santana, em Ponta Grossa. A opção seria viajar para São José dos Pinhais, e partir do Aeroporto Afonso Pena.
 
No entanto, o descolamento de cerca de 2 horas de ônibus, procedimentos de embarque, duração da viagem, e desembarque poderiam levar até mais tempo do que a viagem terreste, que está projetada em sete horas, segundo sites de rotas.
 
Além disso, a equipe não teria como partir de Ponta Grossa, mesmo que bancasse os custos com a operadora Azul. Isso porque os voos regulares da empresa na cidade são nas segundas, quartas, sextas e domingos.
 
Rival também optou por ônibus
 
O último adversário do Operário na Série B também optou por viajar de ônibus. A delegação do Oeste saiu de Barueri com destino a Ponta Grossa. Segundo os dirigentes do clube paulista, a escolha se deu pela melhor logística e qualidade do veículo, não prejudicando a condição física dos atletas.
https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/7953/com-logistica-aerea-dificil-operario-vai-de-onibus-enfrentar-a-ponte-preta" data-text="Com logística aérea difícil, Operário viaja de ônibus para enfrentar a Ponte Preta">
PublicidadeNEC