Chorão crava que Operário precisa de mais lucidez para melhorar o ataque

Jogador destacou a atuação na meia-cancha e a falta de gols da equipe

Chorão crava que Operário precisa de mais lucidez para melhorar o ataque

Pelo segundo jogo seguido, Rafael Chorão deve ser titular com a camisa do Operário Ferroviário - Foto: José Tramontin /Operário

PublicidadeNEC

O Operário Ferroviário chega ao quinto jogo na Série B do Campeonato Brasileiro. Atualmente com apenas quatro pontos (média de um por jogo) ocupa a 17ª posição, a primeira da Zona de Rebaixamento. Em contrapartida possui um jogo a menos em relação a alguns adversários que já jogaram pela 5ª rodada.

Com apenas dois gols marcados, o Operário ainda não se encontrou no setor de ataque. O meia Rafael Chorão avaliou a estreia dele no jogo contra a Ponte Preta (SP) e ao longo da coletiva abordou o tema. “A gente teve um domínio do meio de campo junto com os laterais. Faltou o gol e criar um pouquinho mais de chances claras ali para os atacantes, o que é função minha", afirmou.

Sobre a produção ofensiva, ele completou: "agora é ter um pouco mais de habilidade, um pouco mais de lucidez ali na frente pra gente tentar concluir melhor e sair com os gols que estão faltando para o Operário”.

O Alvinegro recebe em Vila Oficinas o Botafogo (SP). Com nove pontos em quatro jogos, os paulistas ocupam a terceira posição, apenas um atrás do líder Bragantino e do vice-líder Londrina. Para este jogo, Chorão revela que a equipe está ansiosa para conseguir a vitória em casa.

“A gente queria que o jogo fosse o mais rápido possível, pois precisamos dos três pontos. É uma equipe difícil, um treinador que marca muito forte também, mas acredito que podemos fazer um grande jogo”.

A partida será neste sábado (25) no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. Os ingressos já estão à venda e custam R$ 150 (arquibancada inteira) e R$ 75 (arquibancada - meia entrada).

Compartilhe essa notícia com seus amigos!