Operário está sem marcar gols há quase 350 minutos na Série B do Brasileiro

Ataque do Fantasma passa por momento de crise na temporada

Operário está sem marcar gols há quase 350 minutos na Série B do Brasileiro

Felipe Augusto marcou o gol mais recente do Operário na Série B do Brasileiro; há 346 minutos o Fantasma não balança a rede - Foto: José Tramontin/OFEC

A fase ruim do Operário Ferroviário caminha lado a lado com o baixo desempenho ofensivo da equipe na Série B do Campeonato Brasileiro. O Fantasma está em branco há 346 minutos - desconsiderando acréscimos - na competição nacional. O último gol ocorreu aos 14 minutos do primeiro tempo na partida contra o Cuiabá, válida pela segunda rodada. São três partidas seguidas sem levar uma alegria ao torcedor.

E é justamente no comando de ataque que a direção do clube - teoricamente - ficou devendo a chegada de reforços. Carlos Henrique, que atuou na Série B do ano passado pelo Londrina, esteve em Vila Oficinas. Porém, com uma lesão no pé, o possível camisa 9 foi dispensado.

Schumacher - que estreou apenas contra o Botafogo-SP - e Bruno Batata ainda não marcaram na Série B. Batata, inclusive, enfrenta uma 'seca' desde a decisão da Série C do Campeonato Brasileiro 2018.

Com a oscilação, o Fantasma apresenta dados negativos em comparação com outros clubes do torneio. O time comandado por Gerson Gusmão é o que mais precisa finalizar para conseguir um gol no Brasileiro. São 30 finalizações necessárias para cada gol marcado. O Sport - próximo rival alvinegro, por exemplo - precisa de 9,71 finalizações para cada gol (6º no quesito).

"Os gols desperdiçados não são azar. É questão de falta de efetividade e um pouco mais de tranquilidade para fazer. Tem também o mérito de quem está do outro lado defendendo. Uma série de coisas. E isso é jogo de futebol, não é uma ciência. Você às vezes se prepara da melhor maneira, mas as coisas não acontecem no dia do jogo. Existe uma pressão e se carrega esse peso para dentro do campo", explica o técnico Gerson Gusmão.

A expectativa da comissão técnica é de que a pontaria melhore contra o Sport, nesta terça (28), a partir das 19h15, no Estádio Germano Krüger. Esta é a única possibilidade para que o Operário sai da zona de rebaixamento da Série B.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!