PublicidadeNEC

Com gramado encharcado, Operário vira na raça e derrota o Sport

Fantasma supera falta de condições de jogo para vencer último invicto da Série B

Por: ‎Emmanuel Fornazari em 28/05/2019 21:21:34 atualizado em 29/05/2019 08:58:38

Com gramado encharcado, Operário vira na raça e derrota o Sport

Schumacher abriu a virada do Fantasma com um gol de pênalti sofrido por Lucas Batatinha - Foto: José Tramontin/Operário

Com gramado encharcado, Operário vira na raça e derrota o Sport
Em um jogo tenso e marcado pelo gramado encharcado, o Operário conseguiu superar a falta de condições para propor um jogo com a bola no chão e venceu o Sport de virada. Após um primeiro tempo de mal futebol, o Fantasma demonstrou raça, correu atrás do resultado e viu os atacantes desencantarem: Schumacher e Felipe Augusto foram às redes na vitória por 2 a 1. O gol do Sport foi marcado por Sammir.
PRIMEIRO TEMPO
 
O Operário tinha a posse de bola, mas não conseguia construir jogadas. A equipe esbarrava em passes errados e no volume significativo de água no gramado. Além disso, mesmo com o lado esquerdo do ataque com melhores condições, os atletas forçavam o jogo pela ala direita, onde estava a maior área encharcada.
O primeiro gol da partida foi da equipe visitante. Aos 19 minutos, após cobrança de estanteio, Operário perdeu a bola no rebote, armando o contra-golpe adversário. No cruzamento rasteiro pela esquerda, Índio escorregou na poça d'água e a bola se ofereceu para Sammir, livre, tirar do goleiro Simão.
 
O técnico Gerson Gusmão não gostava da apresentação alvinegra, assim como boa parte da torcida, que protestava das arquibancadas. Ainda no primeiro tempo, ele apostou em Lucas Batatinha para o lugar do meia Rafael Chorão, apagado no jogo. E seria o camisa 23 que iniciaria a mudança do cenário a favor do Fantasma, mas não ainda nos 45 minutos iniciais.
SEGUNDO TEMPO
 
Uma chuva torrencial no intervalo deixou o gramado ainda pior no início da segunda etapa. Com o resultado a favor, o Sport se fechou defensivamente e o Operário pressionava como podia. O empate veio após Lucas Batatinha receber dentro da área, tentar cortar o zagueiro e ser derrubado. Pênalti para Schumacher bater no canto e vencer o goleiro Mailson. Eram 14 minutos jogados.
 
O segundo gol do Fantasma não demorou muito para acontecer. Após bela cobrança de falta de Mailton - um dos melhores em campo -, a bola foi para escanteio. O camisa 2 bateu com perfeição na cabeça do atacante Felipe Augusto, que aos 22 minutos fez o Estádio Germano Krüger tremer com a virada.
 
Atrás no placar, o Sport tentou sair mais para o jogo, mas não conseguiu criar oportunidades para empatar. Já o Fantasma criou chances para ampliar o marcador, principalmente em tiros de fora da área. O meia Marcelo, que seria substituído por Revson na reta final, foi um dos que arriscou, mas o jogo fechou em 2 a 1 para o Operário.
 
GOLS DA PARTIDA
 

PRÓXIMO JOGO

Com a vitória o Fantasma chega a sete pontos na competição, com duas vitórias e um empate, além de três derrotas. O alvinegro joga contra o Brasil de Pelotas, no sábado do dia 8 de junho, fora de casa.
 
FICHA TÉCNICA
 
Operário: Simão; Maílton, Lázaro, Sosa e Julinho; Chicão, Índio, Marcelo (Revson) e Rafael Chorão (Lucas Batatinha); Felipe Augusto (Robinho) e Schumacher. Técnico: Gerson Gusmão

Sport: Mailson; Norberto, Rafael, Cleberson e Sander; Charles, João Igor (Juninho) e Sammir; Ezequiel, Hernane (Elton) e Guilherme (Hyuri). Técnico: Guto Ferreira

Arbitragem: Rodrigo Nunes de Sá (RJ); assistido por Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ) e Daniel do Espírito Santo Parro (RJ)
Público: 2.964 (pagante) e 31.32 (total)
Serviço: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR), no dia 28/05/19

 

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/8060/com-gramado-encharcado-operario-vira-na-raca-e-derrota-do-sport" data-text="Com gramado encharcado, Operário vira na raça e derrota o Sport">
PublicidadeNEC