Depois da turbulência, a calmaria: 'é uma página virada', frisa Gersinho sobre 'crise'

Treinador comentou mudança de postura e maturidade em Criciúma

Depois da turbulência, a calmaria: 'é uma página virada', frisa Gersinho sobre 'crise'

Gersinho terá semana mais tranquila pela frente até a partida contra o Vila Nova, no Germano Krüger - Foto: José Tramontin/OFEC

PublicidadeNEC

Após uma semana intensa e de clima mais quente por conta da derrota de terça-feira para o Atlético-GO, o técnico Gerson Gusmão trouxe palavras com tom de tranquilidade. A vitória sobre o Criciúma - primeira fora de casa da equipe na Série B - aparentemente traz novos ares para Vila Oficinas. Em entrevista coletiva, o treinador comentou a virada em Santa Catarina e até a situação do áudio crítico do presidente Álvaro Góes. Confira!

PRIMEIRA VITÓRIA COMO VISITANTE

"Nós fizemos muito por merecer essa vitória como visitante até em outros jogos, mas é futebol. Na última partida estávamos com uma vantagem muito boa e acabamos descuidando em poucos minutos. O futebol é tão dinâmico que nos dá a experiência contrária no jogo seguinte. A competição é assim. Vai ter jogos ruins, jogos em que vamos perder, mas precisamos saber trabalhar esses fatores a nosso favor".

CRÍTICAS AO ZAGUEIRO RODRIGO E O ÁUDIO DO PRESIDENTE

"O Rodrigo ficou abatido como todos nós, mas é uma página virada. O presidente reconheceu o seu erro pela pessoa que é e nós administramos bem a situação, pois temos um grupo que busca com muita vontade. Dificilmente deixaríamos nos abalar por algo externo".

OPERÁRIO TEVE AZAR?

"Eu não gosto da palavra azar. Mau momento sim a gente passou. Acho que existem outras coisas que determinam resultados positivos e negativos. Cabe ao treinador trabalhar sobre isso. Nós estávamos pressionados pela forma como a derrota anterior aconteceu".

PEDIDOS NO INTERVALO EM CRICIÚMA

"Nós acertamos a saída de bola, trouxemos o Felipe [Augusto] um pouco mais por dentro para dar essa opção quando o [Bruno] Batata sai da área. No intervalo teve puxão de orelha, mas não foi com calma não. Foi um pedido para acerto de passe. Temos jogadores técnicos e reposicionamos a equipe para que acertássemos passes".

SCHUMACHER OU BATATINHA CONTRA O VILA NOVA?

"Agora que eu vou começar a pensar nisso. São jogadores com características diferentes e sabemos que perdemos um jogador [Bruno Batata] que fez dois bons jogos. Mas estamos bem servidos para a função. Vamos analisar o Vila Nova e ver o que se encaixa melhor na proposta".

ATUAÇÃO DE ANDRÉ LUIZ

"O André foi decisivo hoje, seguro. Isso é o mais importante para um goleiro. Felizmente tivemos essa reposição a altura".

DESGASTE PELA SEQUÊNCIA

"Ruim seria se a gente estivesse jogando na Série C, sem viagens. Eu quero ficar sempre assim na Série B, lutamos muito para estar nela. O que nos cabe é entender melhor a competição para essa exigência física. Acompanhando os jogos sempre vemos pelo menos uns dois jogadores saindo das equipes por lesão. Vai acontecer. Por isso nós vamos avaliar e procurar colocar os atletas que estejam em melhores condições".

Compartilhe essa notícia com seus amigos!