PublicidadeNEC

Com mudanças imprevistas e evolução no 2º tempo, Operário vence o Vila Nova

O Alvinegro chega na primeira página de classificação pela primeira vez na 'B'

Por: Raylane Martins em 09/08/2019 21:39:18 atualizado em 10/08/2019 12:59:19

Com mudanças imprevistas e evolução no 2º tempo, Operário vence o Vila Nova

O zagueiro Lázaro foi o autor do gol que deu a vitória ao Operário Ferroviário - Foto: João Vitor Rezende

Com mudanças imprevistas e evolução no 2º tempo, Operário vence o Vila Nova
PublicidadeNEC

Mesmo com seis alterações no time titular em relação à rodada anterior, o Operário Ferroviário conseguiu cumprir o dever de casa e superou o Vila Nova por 1 a 0 jogando no Estádio Germano Krüger na noite desta sexta-feira (9). No primeiro tempo, a partida era resumida a correria - nenhum dos times conseguia construir jogadas de área e o time de Vila Oficinas tinha dificuldades de posicionamento. 

Diferente do que é de costume, o técnico Gerson Gusmão optou por uma alteração logo no intervalo. A entrada de Cléo mudou a apresentação do Operário, que conquistou a vitória com gol aos sete minutos da segunda etapa. O resultado leva o Alvinegro para a primeira página da tabela - o time está na 9ª colocação, com 21 pontos.

Classificação Série B

 

PRIMEIRO TEMPO

O Operário Ferroviário começou a partida contra o Vila Nova com mais mudanças que o esperado. O lateral direito Maílton e o goleiro André Luiz chegaram a ser divulgados na escalação titular e participaram do aquecimento, mas quem entrou em campo de fato foram Danilo Báia e o goleiro recém-contratado, Rodrigo Viana.

Dessa forma, o Operário teve três alterações no setor defensivo em relação à última partida, com Rodrigo Viana, Allan Vieira e Danilo Báia. Além disso, foram feitas mudanças no ataque, com Lucas Batatinha e Schumacher como titulares, e uma mudança no centro, com o retorno de Jardel.

No primeiro tempo, o Operário mostrou sentir a ausência de Felipe Augusto e, principalmente, de Maílton. A equipe mandante tinha dificuldade nas ações do meio-campo e se perdia no posicionamento. O Vila Nova esteve melhor distribuído e atuava bem postado na marcação.

Ao contrário do que vinha acontecendo nas últimas rodadas, neste primeiro tempo foi o lado esquerdo do Operário quem deu início às jogadas de maior perigo. Allan Vieira arriscava cruzamentos; por este lado do campo, Marcelo, Schumacher e Cleyton tiveram oportunidades para converter.

O jogo, acelerado e sem grandes apresentações táticas, ficou cá e lá. Nem o Operário, nem o Vila Nova, tiveram grandes jogadas ofensivas.

SEGUNDO TEMPO

O Operário voltou dos vestiários com alteração no meio. Gerson Gusmão tirou Jardel para colocar Cléo Silva, um atacante pela direita. Com o elenco melhor distribuído, preenchendo mais os espaços, o Fantasma cresceu no jogo.

Aos 6 minutos, o gol veio. Após cobrança de escanteio, a bola alçada na área por Danilo Báia foi parar na cabeça de Lázaro, que subiu mais e abriu o marcador.

 

Em seguida, o Operário teve várias chances. Aos 9 minutos, com Lucas Batatinha, e aos 10 minutos, com Cleyton, os donos da casa tiveram a chance de ampliar. Cléo Silva, estreante, ainda apareceu em uma série de contra-ataques com velocidade.

Nos momentos finais do duelo, a equipe de Goiânia investiu no jogo rápido, tentou criar jogadas e o goleiro recém-chegado ao Operário precisou trabalhar, mas ninguém mais balançou as redes. O Fantasma só administrou a vantagem. Fim de jogo: 1 a 0.

CONFIRA O GOL DO JOGO

PRÓXIMA RODADA

O Operário viaja, no fim de semana, para São Paulo. Na segunda-feira (12), tem compromisso marcado com o Bragantino-SP, atual líder da Série B. O duelo válido pela 16ª rodada da competição está agendado para as 20h no Estádio Nabi Abi Chedid, o ‘Nabizão’.

FICHA TÉCNICA

Operário: Rodrigo Viana; Danilo Báia, Lázaro, Rodrigo e Allan Vieira; Jardel (Cléo), Índio, Marcelo e Cleyton; Lucas Batatinha e Schumacher (Lucas Gaúcho). Técnico: Gerson Gusmão

Vila Nova: Rafael Santos; Jeferson, Wesley, Jussani e Romário (Hélder); Joseph, Magno e Ramon (Bruno Mezenga); Robinho, Alan Mineiro e Mailson (Capixaba). Técnico: Marcelo Cabo

Gols: Lázaro, aos 7’do 2º tempo (OFEC)

Cartões amarelos: Rodrigo e Allan Vieira (OFEC); Jeferson, Mailson, Diego Jussani (Vila Nova)

Local/Data: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR) | 09/08/2019

Árbitro: Andrey da Silva e Silva (PA)

Assistentes: Marcio Gleidson Correia Dias (PA) e Luis Diego Nascimento Lopes (PA)

Público e Renda:  3905 pagantes | 4214 total | R$ 44.035 reais

ESTATÍSTICAS*

Posse de bola

Operário 51,7% x 48,3% Vila Nova

Finalizações certas

Operário 4 x 3 Vila Nova

Finalizações erradas

Operário 8 x 5 Vila Nova

Passes certos

Operário 340 x 313 Vila Nova

Passes errados

Operário 46 x 46 Vila Nova

* Fonte: Footsats

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/8443/com-mudancas-imprevistas-e-evolucao-no-2º-tempo-operario-vence-o-vila" data-text="Com mudanças imprevistas e evolução no 2º tempo, Operário vence o Vila Nova">
PublicidadeNEC