Defesa do Operário, referência na Série C, passa a ser uma das mais vazadas

Nos últimos 3 campeonatos antes da 'B', OFEC vivia bom momento na defesa

Defesa do Operário, referência na Série C, passa a ser uma das mais vazadas

Apesar das boas apresentações do goleiro André Luiz após a saída de Simão, o saldo de gols do OFEC é de -5 pontos - Foto: Ari Ferreira

PublicidadeNEC

Depois de quarto gols tomados e nenhum feito no embate com o Bragantino, os números da defesa do Operário Ferroviário na Série B do Campeonato Brasileiro entram num estágio preocupante. Em 16 jogos, a equipe tem 15 gols pró e 20 gols contra. O saldo de gols do Fantasma no campeonato até o momento é de -5. 

Os 20 gols tomados colocam o Operário como a terceira pior defesa, acima apenas do São Bento, que levou 22 gols, e do Vitória, que tomou 26 gols. O cenário é o oposto do que a equipe vinha apresentando defensivamente nos últimos campeonatos.

Pelo Campeonato Paranaense de 2019, o Operário foi o segundo time menos vazado, empatado com Paraná Clube, Cascavel e Cianorte - ambos tomaram nove gols. O Coritiba ficou à frente, com seis gols sofridos nos onze jogos disputados. Em 2018, pela Série C, o Operário teve a segunda melhor defesa na primeira fase - tomou 17 gols em 18 jogos, ficando abaixo apenas do Botafogo-SP, que teve as redes balançadas pelos adversários só 14 vezes. Na segunda fase, o Operário tomou quatro gols em seis jogos e teve a terceira melhor média de defesa entre os oito classificados, abaixo do Botafogo-PB (sofreu um gol em dois jogos) do Bragantino (sofreu dois gols em quatro jogos).

Na Divisão de Acesso do Estadual de 2018, o Fantasma também havia se destacado no setor com a melhor defesa - sofreu nove gols em 17 jogos. 

A responsabilidade não está somente no homem do gol, mas em todo o sistema defensivo e de marcação. André Luiz, que assumiu recentemente a titularidade na meta do Operário com a saída de Simão, tem a segunda melhor média de defesas difíceis da Série B segundo o Footstas. Em três jogos, fez sete defesas difíceis, além de dez defesas simples, e mesmo assim já tomou 9 gols. 

O Operário tem 18 rodadas da Série B para melhorar no ranking de defesas. O próximo compromisso do Fantasma é na próxima terça-feira (20), às 19h15, no Estádio Germano Krüger, contra o Guarani.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC