PublicidadeNEC

Operário supera expulsão de Lázaro e vence o Guarani em casa pela Série B

Gol da vitória saiu ainda no 1º tempo, a partir de jogada rápida

Por: Raylane Martins em 20/08/2019 21:43:39 atualizado em 21/08/2019 01:29:15

Operário supera expulsão de Lázaro e vence o Guarani em casa pela Série B

Atleta que liderou assistências do OFEC chega ao primeiro gol pelo Brasileirão da Série B - Foto: João Vitor Rezende

Operário supera expulsão de Lázaro e vence o Guarani em casa pela Série B
PublicidadeNEC

O Operário Ferroviário venceu o Guarani, lanterna da Série B do Brasileirão, por 1 a 0 no Estádio Germano KIrüger. A equipe conseguiu o gol com chute de Cleyton ainda no primeiro tempo. O Fantasma tinha o jogo sob controle até a expulsão de Lázaro, na seguda etapa. Com um jogador a menos, a partida ficou nervosa, mas o time conseguiu manter a vantagem. 

Com este resultado, o Operário sobe para a 8ª colocação na Segunda Divisão Nacional enquanto o Guarani se afunda ainda mais na zona de rebaixamento. A equipe de Campinas só somou 13 pontos até o momento, em 17 jogos.

Classificação Série B

1º TEMPO

Com o elenco completo novamente, o Operário Ferroviário entrou em campo com uma formação quase idêntica a que enfrentou o Londrina na volta da pausa da Copa América, em partida que reergueu o Fantasma na Série B. Maílton, Rodrigo, Allan Vieira, Jardel e Felipe Augusto, que não entraram em campo contra o Bragantino, reassumiram a titularidade.

Mesmo com o melhor do elenco que tem à disposição, até próximo dos 15 minutos de jogo, o time mandante não se mostrava muito superior ao Guarani, lanterna da competição. O time de Campinas até tinha mais posse de bola e chegou a construir oportunidades de gol. Aos 11 minutos, Vitor Feijão e Michel Douglas construíram uma boa jogada de ataque mas, na finalização, Michel Douglas bateu de qualquer jeito e desperdiçou a chance.

Até este momento, o Guarani tinha condições, mas não soube chegar ao gol. Foi aí que o Alvinegro começou a aparecer em contra-ataques e jogadas de velocidade, pressionando o adversário. Aos 20 minutos, o gol veio.

Foi Cleyton quem abriu o placar em um golaço a favor do Operário. O camisa 8, Índio, fez o passe para Felipe Augusto que manteve a jogada rápida e colocou em Cleyton, que bem posicionado, abriu o marcador.

 

 

Depois de balançadas as redes, o Fantasma ganhou confiança, mas ainda tinha dificuldades técnicas. O Alvinegro poderia ter matado o jogo, mas não soube aproveitar as oportunidades. Aos 38 minutos do 1º tempo, Lucas Batatinha saiu com velocidade em contra-ataque, passou a defesa do rival e chutou cruzado, mas errou a mira. 

2º TEMPO

Na volta do vestiário, o Operário conseguiu se manter melhor em campo. Cleyton, Marcelo e Maílton tiveram chances antes do cronômetro chegar aos 10 minutos do segundo tempo.

Mas aos 13 minutos, o jogo que parecia estar sob controle virou outro. Lázaro, que havia tomado o primeiro cartão amarelo pouco tempo antes, por reclamação, foi amarelado pela segunda vez ao cometer falta na tentativa de barrar o contra-ataque do Bugre.

A expulsão de Lázaro obrigou o técnico Gerson Gusmão a tirar o atacante Lucas Batatinha para recompor a linha defensiva com Edson Borges. Inevitável: a cara do jogo passou a ser outra.

Aos 27 minutos, Maílton aproveitou a sobra de bola após uma cobrança de falta do Guarani e deu início a jogada mais eletrizante dessa etapa. O lateral atravessou o campo e finalizou, mas a bola bateu na trave. No rebote, ele tentou novamente, mas a bola não entrou e a torcida foi à loucura no Germano Krüger.

Nas poucas oportunidades que tinha, o Guarani tentava segurar a bola no setor ofensivo, esperando que Marquinhos, que saiu do banco de reservas para estrear e passou a ser a aposta do time visitante para igualar o marcador.

Com o jogo nervoso, o Guarani atacou mais nos últimos minutos, mas não conseguia ser efetivo e o Operário ocupava os espaços. Dessa forma, o Alvinegro manteve a vantagem até o apito final. Fim de jogo: 1 a 0.

CONFIRA O GOL DO JOGO

PRÓXIMA RODADA

O próximo compromisso do Operário é no sábado (23), contra o Vitória, fora de casa, no Barradão. A partida é válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

FICHA TÉCNICA

Operário: André Luiz; Maílton, Lázaro (Expulso), Rodrigo e Allan Vieira; Jardel (Chicão), Índio, Marcelo e Cleyton; Felipe Augusto (Cléo Silva) e Lucas Batatinha (Edson Borges). Técnico: Gerson Gusmão

Guarani: Klever; Bruno Souza, Ferreira, Luiz Gustavo e Thallyson; Deivid (Igor Henrique), Ricardinho e Bady (Éder Luiz); Davó, Vitor Feijão (Marquinhos) e Michel Douglas. Técnico: Roberto Fonseca

Gols: Cleyton, aos 20’ do 1º tempo (OFEC)
Cartões amarelos: Allan Vieira, Lázaro – 2, Cleyton (OFEC); Deivid, Thallyson, Ricardinho e Luiz Gustavo (Guarani)

Local/Data: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR) | 20/08/2019
Árbitro: Douglas Schwengber da Silva (RS)
Assistentes: Michael Stanislau (RS) e André da Silva Bitencourt (RS)
Público e Renda: 4.383 pessoas pagantes, 4.656 pessoas no total, renda de 52.155 reais

ESTATÍSTICAS*

Posse de bola

Operário 38,4% x 61,6% Guarani

Finalizações certas

Operário 5 x 2 Guarani

Finalizações erradas

Operário 6 x 7 Guarani

Passes certos

Operário 231 x 343 Guarani

Passes errados

Operário 43 x 60 Guarani

* Fonte: Footsats

 

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/8501/operario-supera-expulsao-de-lazaro-e-vence-o-guarani-em-casa-pela-serie-b" data-text="Operário supera expulsão de Lázaro e vence o Guarani em casa pela Série B">
PublicidadeNEC