PublicidadeNEC

Gersinho elogia atuação do OFEC mas reclama da arbitragem contra o Cuiabá

Operário chega ao G-4; agora, a meta é melhorar a pontuação fora de casa

Por: Raylane Martins em 07/09/2019 21:10:34 atualizado em 07/09/2019 21:28:59

Gersinho elogia atuação do OFEC mas reclama da arbitragem contra o Cuiabá

G-4 não era o objetivo do treinador, mas vitória coloca o Fantasma à frente do Cuiabá e dá confiança ao elenco: Foto: João Vitor Rezende

Gersinho elogia atuação do OFEC mas reclama da arbitragem contra o Cuiabá
PublicidadeNEC

O técnico do Operário Ferroviário, Gerson Gusmão, gostou do que viu na tarde deste sábado (7). Contra o Cuiabá, no Estádio Germano Krüger, o Operário venceu por 2 a 1, chegou pela primeira vez ao G-4 do Campeonato Brasileiro da Série B e confirmou, novamente, o poder de jogo dentro de casa. 

Em entrevista coletiva, o comandante falou a respeito do desempenho da equipe, da postura da arbitragem e da sequência na competição. Confira! 

APRESENTAÇÃO

"A equipe foi bem, buscou, dentro da nossa proposta, o resultado. Não conseguímos ter o ímpeto que imaginávamos no ínico de jogo, erramos na saída de bola e proporcionamos algumas chances ao adversário. Mas a partir da metade do primeiro tempo conseguimos abaixar a poeira, colocar a bola no chão e aí nossa equipe foi bem. Caímos um pouco na parte técnica, voltamos a apresentar alguns erros, mas felizmente conseguimos o resultado".

OBJETIVO CUMPRIDO

"O importante é vencer. A colocação não é o nosso objetivo agora. O nosso objetivo era vencer a partida, ultrapassar um adversário direto e subir algumas posições na tabela. Estamos felizes com isso, conseguimos nosso objetivo, o torcedor está feliz também e nós vamos trabalhar cada vez mais"

O CUIABÁ

"O Cuiabá chegava mais na bola longa, nos cruzamentos, faltas laterais e escanteios. Uma ou outra escapada da marcação, mas a equipe conseguiu neutralizar bem. Vieram praticamente com quatro atacantes, bem agudos, com amplitude de campo. Teve presença ofensiva. Eles chegaram com mais perigo somente nas bolas paradas e nas bolas alçadas na área. A nossa parte ofensiva foi bem segura, se saiu muito bem, tanto zagueiros e laterais corresponderam ao que nós precisávamos".

ARBITRAGEM

“Todo mundo, quando perde para o Operário, é porque o juiz não tinha experiência, o juiz não ajudou. Mas nós estamos sempre prejudicados. Em casa ou fora, talvez porque o Operário ainda não tenha uma camisa nacional de peso, que faça a arbitragem repensar alguns lances. Todo jogo acontece isso. O mesmo braço que o Peixoto deixou no jogador deles, o zagueiro deles deixou no Schumacher, no Batatinha, no Felipe, e não foi marcada a falta. Eles tiveram duas situações em jogadas que não aconteceu a falta".

G-4

"A cada rodada, uma vitória já muda muito a classificação. Não podemos ter essa ambição de querer G-4, porque se tivermos um resultado ruim vamos cair duas ou três posições, e não podemos achar que vai ser o fim do mundo. Nem chegar ao G-4 agora é as mil maravilhas. Estou feliz por estar nessa colocação, mas para permanecer no G-4 precisamos melhorar muito nossa performance fora de casa".

PRÓXIMA RODADA 

Pela 22ª rodada do Brasileirão da Série B, o Operário enfrenta o Oeste fora de casa. Lucas Batatinha, que marcou gol contra o Cuiabá, fica de fora, cumprindo suspensão. Gersinho afirmou que ainda é cedo para falar no provável substituto, mas que os atletas serão avaliados durante a semana. 

 

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/8615/gersinho-elogia-atuacao-do-OFEC-mas-reclama-da-arbitragem" data-text="Gersinho elogia atuação do OFEC mas reclama da arbitragem contra o Cuiabá">