Gersinho reconhece ‘favoritismo’ do Sport mas acredita em resultado positivo

Treinador do Operário quer a vitória, mas respeita 'tradição' do adversário

Gersinho reconhece ‘favoritismo’ do Sport mas acredita em resultado positivo

Em sequência de dois jogos fora de casa, Gerson Gusmão definiu no mínimo três pontos como meta - Foto: João Vitor Rezende

PublicidadeNEC

O Operário Ferroviário enfrenta o Sport neste sábado (28), às 19 horas, na Ilha do Retiro. A partida é válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B e pode colocar o Operário novamente no G-4. 

Mas o técnico Gerson Gusmão sabe que arrancar a vitória no Recife não será tarefa fácil. Enquanto o Operário não disputava uma Série B há 28 anos, o Sport conhece bem a disputa. Em 2006, 2011 e 2013, inclusive, terminou a Série B entre os quatro primeiros e conquistou o acesso à Série A. 

“No início da competição já coloquei o Sport como as três equipes que eu achava que buscariam o acesso, que eram Sport, Bragantino e Atlético Goianiense, na minha opinião. A outra vaga ficaria em aberto. Por isso, temos um respeito muito grande pelo nosso adversário, pela história, pela tradição. Mas também sabemos que temos condições de fazer um bom jogo e ter um resultado positivo, que para nós seria maravilhoso”, analisa o técnico Gersinho.

Depois de empatar com o Botafogo-SP em Ribeirão Preto na última rodada, a meta de Gersinho para a sequência fora de casa - trazer no mínimo três pontos para Ponta Grossa - só será concretizada em caso de vitória diante do Sport. O Fantasma só tem uma vitória como visitante na competição, mas nos oito últimos jogos só perdeu uma vez.

“Estamos muito felizes com o momento mas sabemos que daqui para frente as coisas só vão ficar mais difíceis”, crava o comandante do Operário. 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!