Operário vai reivindicar mudança na fórmula de disputa do Paranaense

Presidente do Grupo Gestor do OFEC quer formato igual ao de 2015

Operário vai reivindicar mudança na fórmula de disputa do Paranaense

O Operário terminou o Campeonato Paranaense de 2018 sem chegar à final de nenhum dos turnos; o Athletico foi o campeão - Foto: José Tramontin

Acontece no dia 18 de outubro o arbitral do Campeonato Paranaense de 2020. O presidente do Grupo Gestor do Operário Ferroviário, Álvaro Góes, estará na reunião ao lado dos representantes de outros onze clubes participantes. 

O alvinegro levará uma reivindicação a respeito da fórmula de disputa que será definida no arbitral: quer o retorno do formato de 2015, ano em que o Operário foi campeão Estadual. 

Naquele ano e nas edições antes de 2018, os doze times jogaram entre si em turno único. Os oito melhores avançaram para as quartas de final, com se enfrentando em partidas de ida e volta até a definição do título. Os quatro últimos disputam um quadrangular para decidir os dois rebaixados. Em 2018 e 2019, o Paranaense foi disputado em dois turnos, com um campeão em cada taça e, na decisão final, o confronto entre os dois campeões do turno. 

A tendência é que a discussão das cotas de TV não aconteça em arbitral. Porém, outra reunião sobre esse tema já está agendada segundo Álvaro Góes. “O Operário vai defender a fórmula do Campeonato Paranaense igual a de 2015, e não a que disputamos no último ano. Acredito que dê certo. Quanto à cota de TV, a gente ainda não sabe se vão participar da reunião, mas depois do arbitral, teremos uma reunião com a Globo e uma outra emissora que não posso anunciar agora”, afirma o presidente. 

 
Compartilhe essa notícia com seus amigos!