Gerson Gusmão analisa setor de criação e considera alterações no meio-campo

Técnico do Operário confirma retorno de Jardel entre os 11 titulares contra o Coxa

Por: João Vitor Rezende em 23/10/2019 18:15:26 atualizado em 23/10/2019 18:16:19

Gerson Gusmão analisa setor de criação e considera alterações no meio-campo

Treinador do Operário Ferroviário analisou desempenho dos meio-campistas e revelou que estuda possíveis mudanças na equipe - Foto: João Vitor Rezende

Gerson Gusmão analisa setor de criação e considera alterações no meio-campo
PublicidadeNEC

Na partida contra o São Bento no último sábado (19), o Operário teve o menor número de passes em um jogo desde o duelo contra a Ponte Preta. No confronto com a Macaca, pela 23ª rodada, o alvinegro trocou 246 passes e 34 destes foram errados. Contra o time sorocabano, foram 298 passes dos jogadores do Fantasma, com 30 erros. Mesmo se dizendo satisfeito com a criação de jogadas, o técnico Gerson Gusmão vê margem para evolução neste aspecto e avalia possíveis alterações no meio-campo para o jogo contra o Coritiba.

Com os zagueiros participando ativamente da saída de bola, os defensores fizeram 67 lançamentos nestes sete últimos jogos com aproximadamente um terço de aproveitamento, tendo 22 acertos. Em alguns jogos, contra Botafogo-SP, Brasil de Pelotas e São Bento, esta estratégia surtiu melhor efeito. Porém, somando as partidas contra CRB, Paraná Clube e Sport, foram dois acertos em 25 tentativas.

O treinador detalhou a característica que prefere trabalhar a construção de jogadas e afirmou que os lançamentos também podem ser uma circunstância de jogo. "Sou um técnico que sempre gostei de ter a bola no chão, trabalhando a saída de bola. Os lançamentos diagonais, principalmente dos zagueiros, são jogadas treinadas para quando a gente estiver com alguma dificuldade nessa saída ou o adversário está numa marcação alta e deixa esse espaço nas costas da primeira linha defensiva", explica Gusmão.

"A Ponte Preta foi uma das equipes que mais nos deu campo pra jogar, enquanto o São Bento nos pressionou mais e por isso não dá para trocar tantos passes. E nesse jogo, não estávamos com um momento psicológico bom no início e o atleta tem mais segurança em não arriscar e fazer a bola longa, é uma auto-defesa do jogador, mas acaba afetando a mecânica da equipe", complementa o comandante alvinegro.

Em uma análise geral do desempenho do setor, Gersinho se diz satisfeito com o rendimento e o número de chances criadas. "Estou satisfeito com nosso setor de criação. Estamos criando muito, mas acabamos disperdiçando algumas situações nos últimos jogos, principalmente nas últimas derrotas em casa, quando no primeiro tempo nós poderíamos ter matado os dois jogos, perdemos chances claras, com o atacante de frente para o goleiro", observa.

Com o provável retorno do volante Jardel, outras alternativas ainda são estudadas para o 11 inicial na partida contra o Coxa nesta quinta-feira (24), às 21h30, no Couto Pereira. "Estamos experimentando mais uma mudança, dependendo do que a gente for optar para o início do jogo", finaliza o técnico.

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/8906/gersinho-analisa-setor-de-criacao-e-indica-possiveis-mudancas-no-meio-campo" data-text="Gerson Gusmão analisa setor de criação e considera alterações no meio-campo">