Mirassol quer o retorno de Felipe Augusto; atleta pode deixar o OFEC

Seis jogadores do Fantasma ainda estão com a situação indefinida

Mirassol quer o retorno de Felipe Augusto; atleta pode deixar o OFEC

Mesmo sem marcar gols nos seus últimos 12 jogos, Felipe Augusto foi o artilheiro do Operário na Série B - Foto: João Vitor Rezende

PublicidadeNEC

Seis atletas do Operário Ferroviário que já tiveram seus contratos encerrados ainda não foram confirmados pelo clube na próxima temporada. Os nomes dos goleiros Rodrigo Viana e Matheus Artuzo, dos meias Marcelo e Cleyton, do lateral John Lennon e do atacante Felipe Augusto não constaram em nenhuma das notas oficiais divulgadas pela diretoria de futebol até o momento. 

Felipe Augusto, com contrato até abril com o Mirassol, provavelmente não permaneça no Fantasma para a próxima temporada. O Mirassol quer o atacante para o Campeonato Paulista e o presidente do Grupo Gestor, Álvaro Góes, reconhece que o clube dono do atleta resistirá. “Pode ser que venha depois do Campeonato Paranaense, mas pode ser que não, e o importante é fazermos um grupo já forte”, explica.

Felipe Augusto foi o artilheiro do Operário na Série B deste ano, com oito gols marcados. Porém, a última partida que balançou as redes foi pela 26ª rodada, e o atacante passou os últimos 12 jogos 'em jejum'. 

Leia também: Da desconfiança à artilharia: Felipe Augusto analisa temporada no Operário

Segundo Álvaro, o Operário insiste em Rodrigo Viana, Cleyton, e Marcelo - os três tem mais perspectiva de um acerto com o alvinegro. Matheus Artuzo ainda é dúvida. Sobre John Lennon, o presidente afirmou que, entre os cinco novos atletas já acertados, já está um lateral direito. “Se der certo ficar, fica, mas está difícil a negociação”, conta Álvaro.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC