Atletas avaliam preparação e foco do OFEC: 'sabemos da responsabilidade'

Jardel e Tomás Bastos falaram sobre a estreia no Estadual, contra o Cascavel CR

Atletas avaliam preparação e foco do OFEC: 'sabemos da responsabilidade'

Antes de estrear no Campeonato Estadual, os jogadores Jardel e Tomás Bastos conversaram com a imprensa - Foto: José Tramontin/ OFEC

PublicidadeNEC

O Campeonato Paranaense começa para o Operário Ferroviário neste domingo (19). O elenco alvinegro tem onze novos jogadores em relação a 2019 e entra no campeonato em busca de mais um título estadual. Porém, o calendário cheio conquistado nos últimos anos tem prós e contras - como os compromissos de 2019 acabaram tarde, a preparação para o Paranaense de 2020 foi mais curta. 

Com muitas novidades e pré-temporada curta, os atletas reconhecem que o compromisso contra o Cascavel CR, e o início da competição em geral, exigirá mais do grupo. "Cada um tem que dar o seu melhor no primeiro jogo. O mais importante é somar os três pontos. O entrosamento vai ser complicado agora, mas lá pelo terceiro jogo tenho certeza que já vai estar bem melhor e todos vão estar 100%", afirma Tomás Bastos, meia recém-contratado.

"Sabemos da responsabilidade que é vestir essa camiseta. Em todos os jogos, até mesmo nos jogos-treino, encaramos como um jogo mesmo. Entraremos focados, dedicados, e vamos em busca do nosso espaço na tabela, sempre com sangue no olho", completa Jardel.

Os jogadores vão a campo a partir deste domingo (19) tendo em mente que o objetivo do Operário é buscar o título Estadual e, com isso, ganhar força para as disputas da Copa do Brasil e da Série B do Brasileiro. "O fato do período de preparação ter sido um pouco mais curto dificulta um pouco, mas o pessoal que nos acompanha nos treinamentos sabe que fazemos o nosso melhor para que possamos ganhar tempo", conta o volante Jardel.

"Quando você entra em uma competição você tem que entrar pra vencer. O pensamento de todos aqui é chegar nas finais, disputar o título. Tenho certeza que se cara um der o seu melhor nos treinamentos, no momento do jogo vai acontecer coisas boas. É trabalhar e ser humilde que a gente vai chegar lá", crava Tomás Bastos.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC