Operário oficializa 9 mil sócios; inadimplência está na casa dos 17%

Diretor do Programa, Joélcio projeta novas associações até 11 mil sócios

Operário oficializa 9 mil sócios; inadimplência está na casa dos 17%

A média de público nos jogos do OFEC em casa é de 3,7 mil neste início de 2020 - Foto: João Vitor Rezende

O Operário Ferroviário oficializou, nesta semana, o alcance de 9 mil sócios-torcedores no Programa Sócio Fantasma da Vila. Na publicação feita pela assessoria do clube, o lema: 'quanto mais sócios, menos ingressos'. De 2017 a 2020, o número saltou de 1.500 para 9.000 associados. 

Entre os 9 mil estão tanto os sócios adimplentes quanto inadimplentes, registrados nos contratos do programa. Segundo o Presidente do Programa, Joélcio de Miranda, o percentual de inadimplentes oscila, mas atualmente está na casa dos 1500 sócios, o que representa cerca de 17%.

A próxima meta do Programa, neste ano, é chegar aos 8.500 sócios adimplentes. O clube continuará fazendo novas associações até atingir o marco de 11 mil sócios-torcedores, para que descontados os sócios inadimplentes, os torcedores visitantes e considerando a média de associados que não comparece a todos os jogos, como por exemplo os sócios regionais, não seja ultrapassada a capacidade máxima do Estádio Germano Krüger sem aumento da estrutura. 

Hoje, o Estádio possui capacidade para 10.632 pessoas. A construção dos novos camarotes, mais recentemente, promoveu um incremento. Da capacidade total, 10% é destinado a torcida visitante.

Segundo Joélcio de Miranda, o Ferpa, Diretor do Programa, a meta é parar de vender ingressos. "Não pelo custo que traz ao Operário, tem custo, mas hoje eu sei que no final do mês entrego a renda de 7.500 sócios adimplentes", afirma. Ou seja, a ideia é ter garantida a renda mensal fixa independente de quantas pessoas vão ao estádio, para não depender da venda de ingressos unitários. 

Sobre a média de público, que é de 3,7 mil sócios nos dois primeiros jogos oficiais realizados em 2020, Joélcio afirma que a estratégia de ocupação envolve todos os departamentos do clube. A melhora da qualidade do elenco, os adversários que o clube enfrentará, competições como Série B e Copa do Brasil e o desempenho do Operário em si influenciam diretamente na presença dos torcedores, para ele.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!