Com um a menos, Operário faz gol no fim do jogo e empata com o Coxa

O Coritiba, em casa, estava na frente até os 42 minutos do segundo tempo

Diante do Coritiba, Douglas Coutinho fez seu terceiro gol com a camisa do OFEC - Foto: João Vitor Rezende

Na noite desta quarta-feira (29), Operário Ferroviário e Coritiba empataram em 1 a 1 pela 4ª rodada do Campeonato Paranaense, no Estádio Couto Pereira. A equipe visitante teve um jogador expulso aos 41 minutos e, logo em seguida, tomou o gol do Coritiba. O gol de empate saiu só ao final do confronto, em cabeceio de Douglas Coutinho. Com o empate entre as equipes pela 4ª vez consecutiva, o Fantasma chega a sete pontos e ocupa a 4ª colocação da tabela do Estadual 2020. O Coritiba chega a oito, na 3º posição.

1º TEMPO

A primeira etapa iniciou com pressão do Coritiba, que criava melhores chances e trocava passes com velocidade, o que obrigava o elenco alvinegro a cometer faltas ‘providenciais’. Com 10 minutos jogados, o goleiro André Luiz já havia sido exigido. Bustamante, estreando na equipe alvinegra, tentava levar perigo. Aos 8, chutou em direção a meta, sem sucesso. Aos 11, entrou convicto na área, mas estava em posição de impedimento. Com dificuldade para finalizar, o Operário viu o time mandante crescer na partida.

O Coritiba quase abriu o placar com Renê Junior aos 12 minutos. Em briga pela bola no campo ofensivo do Coxa, Renê sobrou sem marcação. O jogador, novidade no elenco do Coritiba, não perdeu tempo – recebeu e mandou para o gol, mas errou a mira. A partida teve muitas faltas no meio-campo. Os donos da casa tiveram várias oportunidades em bolas paradas. Mais de uma vez, Rafinha levantou a redonda em cruzamento, mas ninguém conseguia empurrar para balançar as redes.

Antes dos 30 minutos, Douglas Nascimento, por falta, e Jardel, por reclamação, já haviam tomado cartão. O nervosismo era visível. O Fantasma respondeu tentando pressionar a saída de bola com Jefinho, mas o posicionamento não funcionava e a equipe não conseguia criar jogadas e movimentação.

Ao final da primeira etapa, o Coritiba teve o que precisava. Igor Jesus arrancou com velocidade e, na tentativa de impedir o gol, Douglas Nascimento cometeu a falta, tomou o segundo amarelo e foi expulso do jogo. Dois minutos depois, após uma cobrança de bola parada, os dois times ficaram na entrada da área, Robson pegou a sobra e chutou direto, com força, para abrir o placar em Curitiba. A primeira etapa terminou no 1 a 0, com 4 amarelos para o Operário – além de um cartão para o auxiliar técnico do OFEC.

2º TEMPO

Sem alterações, a etapa final começou com o Operário melhor, mas ainda abaixo dos mandantes, que estavam com um a mais. Nos primeiros minutos, o Fantasma já conseguia chegar à frente com mais facilidade. Danilo arrancou pela esquerda e cruzou para o centro do campo aos 3 minutos, mas ninguém apareceu para completar o lance. No contra-ataque com velocidade do Coxa, Sosa salvou. Aos 6 minutos, o Operário teve outra chance: Douglas Coutinho saiu da marcação e bateu para o gol, mas Wilson segurou.

Ainda assim, quem parecia mais trabalhar no segundo tempo era o zagueiro Sosa. O Fantasma subiu a marcação, mas o Coritiba continuou passando mais tempo no seu campo ofensivo, trocando passes e buscando espaço.

Ao longo da segunda etapa, o técnico Gerson Gusmão fez alterações para não ficar só na defensiva – Cleyton entrou no lugar de Jardel. Tomás Bastos, perto dos 40 minutos, deu lugar a Cristhian Aguada, estreante, que entrou com vontade de jogo.

Dois minutos depois, Cleyton fez cobrança de escanteio curto para os pés de Cristhian Aguada. O cruzamento do paraguaio foi parar na cabeça de Douglas Coutinho e a bola acabou no fundo da rede. Após o gol, o Fantasma se tranquilizou. O atacante chamou a torcida alvinegra e o Fantasma seguiu o restante da partida garantindo o resultado e tentando pressionar, mas sem mais tempo, o duelo terminou empatado.

PRÓXIMO JOGO

O próximo compromisso do Operário Ferroviário pelo Campeonato Paranaense é neste domingo (2), pela 5ª rodada da competição estadual. O alvinegro encara o Cianorte dentro de casa, no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, a partir das 16 horas.

FICHA TÉCNICA

Operário: André Luiz; Sávio, Douglas Nascimento, Sosa e Danilo; Jardel (Cleyton), Régis Potiguar (Cristhian Aguada) e Tomás Bastos; Bustamante (Rafael Bonfim), Douglas Coutinho e Jefinho. Técnico: Gerson Gusmão

Coritiba: Wilson; Lucas Ramon, Rhodolfo, Rodolfo Filemon e Caetano; Matheus Sales, Renê Júnior, Thiago Lopes e Robson; Rafinha (Nathan) e Igor Jesus (Sassá). Técnico: Eduardo Barroca

Cartões amarelos: Douglas Nascimento (2), Jardel, Sávio e Sosa (OFEC); Rafinha e Caetano (COXA)

Gols: Robson, aos 43' do 1º tempo (COXA); Douglas Coutinho, aos 42' do 2º tempo (OFEC)

Local/Data: Estádio Couto Pereira, em Curitiba | 29/01/2020

Arbitragem: Felipe Gomes da Silva (árbitro); João Fábio Machado e Alexsandro Euzébio da Silva (assistentes); e Rafael Vinícius Moura de Olibeira (4º árbitro)

Compartilhe essa notícia com seus amigos!