Operário terá cuidado maior com Jefinho e Coutinho para estreia na CDB

Gersinho, técnico do Operário, torce por recuperação rápida dos atletas

Operário terá cuidado maior com Jefinho e Coutinho para estreia na CDB

O Operário joga nesta quarta (5) contra o Barbalha-CE pela Copa do Brasil - Foto: João Vitor Rezende

O técnico do Operário Ferroviário, Gerson Gusmão, fez alterações no elenco titular do Fantasma no último domingo (2), no jogo contra o Cianorte pelo Campeonato Paranaense, por conta da condição física e muscular de alguns jogadores. Jogando duas vezes por semana, os atletas vem sendo avaliados fisicamente para prevenir lesões ou fadiga muscular em excesso.

Para a Copa do Brasil, os atletas que não jogaram ou jogaram menos tempo contra o Cianorte, estarão recuperados, mas atletas como os atacantes Coutinho e Jefinho, que atuaram os 90 minutos nos dois últimos jogos e tiveram muitas ações de exigência física, estão sob os olhares do treinador.

"Alguns atletas conseguimos não forçar muito hoje, como foi o caso do Danilo, que vinha de uma sequência forte e desgastante, Jardel também entrou pouco tempo, Tomás mas para o final. São jogadores que vão estar zerados para o próximo jogo. Agora nós vamos avaliar aqueles que fizeram esforço maior, como Régis e principalmente Coutinho e Jefinho, que jogaram esses dois jogos o tempo inteiro e intensos na frente, como a gente precisa", disse Gerson Gusmão após a partida contra o Cianorte. 

"É uma preocupação que nós temos, mas são jovens e isso é bom, porque facilita um pouco a recuperação, e a condição do seu organismo ajuda. Estamos suplementando bem, hidratando bem depois do jogo, para que a gente possa o quanto antes ter esses jogadores recuperados. É um jogo importantíssimo para nós", esclarece o treinador. 

 O Fantasma estreia na Copa do Brasil nesta quarta-feira (5), contra o Barbalha, e portanto terá recuperação curta. O time viajou no início da tarde dessa segunda (3) e foi para Juazeiro passando por Brasília e Fortaleza. Na chegada a Juazeiro, na terça (4), o elenco treina na parte da tarde. 

"Não tem muito o que treinar, mas tem conversar, mostrar no vídeo o posicionamento correto, ajustar situações, se precisar mudar um ou outro atleta dentro do que estudamos no adversário. É um jogo que poderemos errar o mínimo possível", afirma Gersinho. 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!