Operário pode passar a utilizar o aeroporto de Ponta Grossa na Série B

Aeroporto Santana pode entrar no planejamento de logística do OFEC em 2020

Operário pode passar a utilizar o aeroporto de Ponta Grossa na Série B

Em 2019, o Operário ia de Ponta Grossa a Curitiba para viajar de avião - Foto: Arquivo/ José Tramontin

O Aeroporto Sant’Ana, de Ponta Grossa, pode passar a ser ponto de partida do elenco do Operário Ferroviário nas viagens a longa distância em 2020. Isso porque através do sistema online da companhia aérea Gol, agora é possível comprar passagens de avião saindo de Ponta Grossa, com as viagens sendo operadas pela Voepass, antiga Passaredo, como um serviço 'terceirizado'. 

No ano de 2017, a Gol renovou o acordo de patrocínio com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que vai até 2021. O contrato faz com que, na Série B, o elenco do Operário Ferroviário só possa utilizar voos desta companhia para o transporte.

Na logística de 2019, o alvinegro costumava ir de ônibus até Curitiba para embarcar em avião da companhia somente no Aeroporto Afonso Pena. Com a parceira entre a Gol e a Voepass, o cenário pode mudar. O superintendente do aeroporto de Ponta Grossa, Victor Hugo Oliveira, disse que agora a decisão está nas mãos do Operário. 

“Nem no melhor sonho imaginávamos esse crescimento, vários destinos, mais de uma companhia aérea operando. A parceria da Voepass com a Gol vai fazer com que a Gol comece a comercializar passagens de Ponta Grossa para Congonhas e Foz do Iguaçu, o que habilita a compra de passagens para o mundo todo. E aí também entra a questão do Operário. Era um dos nossos objetivos dar suporte para que pudessem estar embarcando por Ponta Grossa”, afirma Victor.

O presidente do Grupo Gestor do Operário, Álvaro Góes, levará está indicação ao Conselho Técnico da Série B. “Vamos tentar. Seria uma economia para nós”, disse. A reunião com a CBF acontece na próxima sexta-feira (28), com todos os clubes que vão disputar a Série B de 2020.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!