Atletas do Operário fazem trabalhos físicos monitorados a distância

Jogadores foram instruídos a cumprirem séries de exercícios em casa

Atletas do Operário fazem trabalhos físicos monitorados a distância

No campo, treinos do Operário estão suspensos por tempo indeterminado - Foto: João Vitor Rezende

PublicidadeNEC

Sem saber quando vão voltar aos treinamentos por conta da pandemia do novo coronavírus, os atletas do Operário Ferroviário seguem uma programação de treinos a distância. Em suas casas, fazem planos de trabalhos recomendados pelo setor de preparação física do clube a fim de não perderem completamente o ritmo. 

A ideia é que, trabalhando os músculos com exercícios que utilizam o próprio peso do corpo e fazendo atividades de movimentações semelhantes à do futebol, seja minimizada a perca do condicionamento físico que o elenco adquiriu desde o início da pré-temporada, em 2 de janeiro.

"A preparação física montou séries de exercícios com vídeos e deixando profissionais à disposição dos atletas para que eles possam fazer as aulas, tirar as suas dúvidas e manter o condicionamento neste período de quarentena, e assim quando a gente retornar às atividades eles possam ter o mínimo de condicionamento para continuar a preparação para o Brasileiro e as partidas finais do Campeonato Paranaense", explica o fisiologista Eduardo Risden. 

Alguns atletas, como os paraguaios Hector Bustamante e Cristhian Aguada e os goleiros André Luiz e Rodrigo Viana, chegaram a registrar seus treinos em casa nas suas redes sociais. Além do preparador físico Eduardo Maus, e do fisiologista Eduardo Risden, o Operário conta com dois auxiliares de preparação física, um analista de desempenho e o preparador de goleiros no setor de preparação, todos disponíveis em trabalho remoto segundo o Operário.  

A definição de uma nova data para os jogos do Campeonato Paranaense, para o Brasileirão da Série B e, consequentemente, para o retorno do elenco alvinegro aos treinamentos, depende diretamente das medidas preventivas e do controle da COVID-19. Por hora, os jogadores continuam treinando apenas em casa. Provavelmente, quando voltarem ao clube, precisarão passar novamente pelas avaliações costumeiras de início de temporada e a partir daí definido o tempo que o Operário levará para voltar à rotina anterior à pandemia. 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC