Nutricionista do Operário orienta atletas durante período sem treinos

Além do 'físico', jogadores precisam cuidar da alimentação durante a pausa

Nutricionista do Operário orienta atletas durante período sem treinos

Atividades do Operário estão paradas, mas cuidados precisam ser mantidos - Foto: João Vitor Rezende

Mesmo de longe, o Operário Ferroviário tenta administrar a saúde e o condicionamento de seus atletas enquanto os treinamentos no clube estão suspensos por conta da pandemia do novo coronavírus. Além das instruções para a prática de exercícios de fortalecimento físico, o nutricionista do alvinegro tem passado orientações aos jogadores para que alimentação esteja adequada.

"Não dá para confundir essa pausa com férias", destaca o nutricionista Massamiti Munefiça Junior. "Orientei que evitem os excessos; alimentações e refeições 'recreativas' devem ser evitadas ou em quantidade pequena. A refeição recreativa é aquela que tem um pouco mais de açucar, mais gordura", explica.

Foi recomendado aos jogadores que, buscando uma alimentação regrada, consumam vegetais frescos pelo menos em dois momentos do dia e frutas em pelo menos três momentos do dia. Outra instrução está relacionada ao consumo de água e a hidratação, ainda mais importante nesta fase. "A falta de água resseca as mucosas - olho, boca, trato digestivo. Tudo isso diminui a eficiência do nosso sistema imune. A hidratação é fundamental, tanto para o atleta quanto para o não-atleta", reforça Massamiti. 

Por outro lado, a suplementação pode ser diminuída. Mesmo mantendo exercícios em casa, a carga, a exigência física, não é a mesma. Os suplementos ainda vão ajudar na manutenção da massa muscular, mas não precisam ser utilizados na mesma quantidade.  

"Não sabemos quando vamos retornar, então é muito importante que o atleta se cuide, com a atividade física, cuide da alimentação, para que quando tudo volte ao normal ele consiga recuperar o estado perfeito do ponto de vista físico", lembra o nutricionista. "Vale lembrar que organismo saudável também consegue reagir melhor a qualquer tipo de infecção e no caso do coronavírus não vai ser diferente", finaliza. 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!