Programa de sócio-torcedor perde cerca de R$ 120 mil com a paralisação

Com a loja fechada, associado não consegue fazer renovações ou pagamentos

Programa de sócio-torcedor perde cerca de R$ 120 mil com a paralisação

Sócio-torcedor atingiu nove mil inscritos nos primeiros meses de 2020 - Foto: João Vitor Rezende

PublicidadeNEC

O Operário Ferroviário divulgou que todos os funcionários estarão em férias coletivas pelos próximos vinte dias, até 20 de abril. O clube já está parado há mais de duas semanas e a Loja do Fantasma, onde são feitos os serviços do programa de sócio-torcedor, não está atendendo. O presidente do Grupo Gestor do Operário Ferroviário, Álvaro Góes, estima que o clube perdeu de 120 mil reais na receita do sócio com a paralisação.

Diante da pandemia de COVID-19, o novo coronavírus, contratos do Programa Sócio Fantasma da Vila não podem ser rescindidos no clube, por exemplo. Por outro lado, sócios também não conseguem colocar mensalidades em dia nem renovar planos, e novos indivíduos interessados não podem se associar. 

Em abril de 2019, o Operário estava perto de estrear na Série B, o que levou novos associados ao programa. Os contratos tem duração de 12 meses, e vencendo agora, esses sócios precisam esperar a loja reabrir, depois do dia 20 de abril, para que façam a renovação. Joélcio de Miranda, o Ferpa, diretor do programa, confirma: 'não tem outra forma [que não aguardar] no momento'. 

Sobre a diminuição da receita do sócio-torcedor, Ferpa reconhece que a perca financeira existe, mas não tem dados exatos sobre essa queda. "Não consigo saber ao certo sem acessar o sistema da loja. Quando pudermos voltar é que saberemos a real situação. Seria irresponsável da minha parte falar em qualquer número enquanto a loja estiver fechada", afirma o diretor. 

A estimativa do presidente do Grupo Gestor, Álvaro Góes, é baseada no que entrou no caixa do clube. De mensalidades dos sócios-torcedores, o presidente esperava algo em torno de 400 mil reais no último mês, mas a receita do programa ficou em torno de 280 mil. 

 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!