Operário comemora 108 anos: dos ferroviários à ascensão nacional

Sem jogos e em tempo de pandemia, não haverá festividades neste ano

Operário comemora 108 anos: dos ferroviários à ascensão nacional

Operário Ferroviário celebra a fundação do clube no dia do trabalhador, 1º de maio - Foto: José Tramontin

O Operário Ferroviário celebra, nesta sexta-feira, 1º de maio, Dia do Trabalhador, 108 anos. Neste ano, sem as festividades tradicionais no clube social. Em tempo de pandemia, as comemorações ficam limitadas à plataforma online. Se não fosse pela propagação do coronavírus, neste final de semana, além das comemorações de aniversário, o Operário estaria estreando na Série B 2020, contra o Figueirense, no Estádio Germano Krüger. 

O alvinegro foi fundado em 1912. Depois da transferência da sede administrativa da American South Brazilian Engineering Company, responsável pela construção das estradas de ferro São Paulo - Rio Grande, os ferroviários que permaneceram em Ponta Grossa fizeram uma 'vaquinha' para adquirir uma bola oficial e providenciaram um terreno plano em Vila Oficinas, nas proximidades de onde hoje está a Igreja São Cristóvão e o Cine-Teatro Pax.

Ali, nascia o Operário Ferroviário, naquela época Foot-ball Clube Operário Ponta-grossense. A primeira diretoria foi eleita em 1913. As cores preta e branca, escolhidas para homenagear as raças branca e negra que estiveram no time desde a fundação, permanecem até hoje. O apelido de Fantasma, dado ao Operário por 'assombrar' os times da capital, que ficavam assustados com a garra da equipe de Ponta Grossa, segue sendo símbolo e mascote do Operário.

O time foi Campeão da Liga Regional Ponta-grossense 23 vezes em 32 campeonatos disputados na época do amadorismo. Entre 1923 e 1991, foi Campeão do Interior do Paraná 16 vezes. Entre 1923 e 1961, Vice-campeão Paranaense 14 vezes. Campeão Paranaense da Zona Sul em 1961, Campeão Paranaense em 2015, Campeão da Taça FPF Sub-23 em 2016, Campeão Brasileiro da Série D em 2017, Campeão Paranaense da Segunda Divisão em 2018, e Campeão Brasileiro da Série C também em 2018.

De 1912 até 2020, pode-se destacar, entre os marcos vividos pelo Fantasma, o clássico Ope-Guá, a inauguração do Estádio de Vila Oficinas em 1941 - hoje Germano Krüger, o primeiro campeonato a nível nacional em 1962, o afastamento do futebol profissional em 1994, o retorno em 2004 e o acesso à elite do Estadual em 2009. O time de Vila Oficinas, dos ferroviários, nos últimos cinco anos, conquistou cinco títulos. Em âmbito nacional, três acessos consecutivos: disputou a Série D em 2017, a Série C em 2018 e a Série B em 2019. 

O atual presidente do Operário Ferroviário Esporte Clube, David Aroldo Nascimento, olha para a história do clube com orgulho: "São 108 anos de glórias e muitas conquistas. Temos muito orgulho de fazer parte desta família e dessa história. Neste momento de dificuldades que a humanidade atravessa temos que pensar positivamente, olhando para a frente, revendo conceitos e abrindo nosso coração para que sejamos mais humanos e solidários. Por hora não teremos as festividades que gostaríamos e são tradicionais, mais serão realizadas assim que possível. Parabéns ao Operáiro Ferroviário e toda nação operariana", diz.


Fonte: Imortal Operário Ferroviário, as histórias do Fantasma de Vila Oficinas - Ângelo Luiz Defino.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!