Operário improvisa treinos físicos em período de isolamento social

Espaço reduzido é um dos desafios enfrentados pela preparação física

Operário improvisa treinos físicos em período de isolamento social

Eduardo Maus é o responsável por montar o planejamento físico do Fantasma - Foto: José Tramontin/OFEC

O retorno aos treinos combinado com o período de quarentena criaram obstáculos para a comissão técnica do Operário Ferroviário superar neste início de maio. O preparador físico Eduardo Maus determinou um plano de trabalho improvisado para que o elenco não sinta o impacto quando voltar aos gramados.

Nesta primeira fase após o período de férias, todos os jogadores se reúnem durante as tardes em uma 'conferência' online. Lá são passados os exercícios necessários para a preparação adequada.

O maior desafio para Maus é considerar o material que o jogador tem disponível para executar o movimento e, também, o espaço reduzido para a atividade. Na questão de equipamentos, o Operário conseguiu fornecer alguns para jogadores que permaneceram em Ponta Grossa.

"O mais importante é essa reunião que fazemos com todos ao mesmo tempo, conseguindo até planificar o nosso trabalho", destaca Maus.

A comissão espera um retorno breve das atividades presenciais, mas está ciente de que ainda não há qualquer confirmação de datas para a retomada completa. "Se tivermos um retorno breve dos treinos presenciais, esse momento terá sido importante por termos passado uma base para o atleta na parte muscular e aeróbica. Se a paralisação durar mais, vamos nos planejar para acrescentarmos mais exercícios", pontua.

No momento não há uma confirmação sobre o retorno tanto do calendário estadual quanto nacional. Havia uma expectativa para a volta em maio, mas ela parece cada vez mais remota. No Paranaense, o Operário está classificado para as quartas de final e enfrentará o Cianorte no mata-mata.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!