Operário apaga publicação de redes sociais sobre luta contra homofobia

Post nas redes sociais ficou no ar por uma hora antes de ser retirado

Operário apaga publicação de redes sociais sobre luta contra homofobia

OFEC havia se manifestado em seus canais oficiais sobre o tema neste domingo (17) - Foto: Divulgação

Uma hora após se manifestar sobre o Dia Internacional da Luta contra a Homofobia, o Operário Ferroviário apagou uma publicação sobre o tema. O clube havia feito um post em suas redes sociais no fim da tarde deste domingo (17) e o manteve no ar por cerca de uma hora. “Reforçamos a campanha que iniciamos em 2019: o Operário é de todos. No Germano Krüger, todos são bem-vindos”, dizia a publicação feita em todas as redes sociais do clube, que em cerca de uma hora foi retirada do ar.

Mesmo com pouco tempo de visibilidade, alguns comentários contrários à ação do clube foram notados no Facebook. Logo após, o post foi retirado e não foi republicado. Entre os times do sul do país que disputam as Séries A e B do Brasileirão, apenas Athletico-PR, Brasil de Pelotas e Juventude não se expressaram sobre a data.

O Coletivo Dino Colli, formado por torcedores do time de Vila Oficinas, lamentou a “falta de respeito e de empatia da diretoria do Operário Ferroviário ao se eximir de um posicionamento tão importante quanto o combate à LGBTIfobia”. “Infelizmente o silenciamento de um dos principais clubes de futebol do estado do Paraná apenas contribui para o aumento do preconceito com as minorias dentro dos estádios e quaisquer locais relacionados à prática do esporte. Se deixar levar por alguns comentários de torcedores que não entendem a importância da inclusão de todas as comunidades é desumano”, complementa o comunicado.

“Não queremos que o nosso Operário seja também um lugar de discriminação para qualquer torcedor ou torcedora”, finaliza o texto emitido pelo grupo.

Em nota, a Associação Avante Fantasma (AAFA) também se posicionou “contra qualquer tipo de preconceito e discriminação e acredita que o futebol é e deve ser utilizado como um grande instrumento alavancador na luta contra qualquer tipo de desrespeito às diferenças”.

Procurado pelo NEC, o departamento de comunicação do Operário Ferroviário informou que o clube não vai se manifestar sobre o tema.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!