FPF demonstra otimismo para retomada do Campeonato Paranaense em junho

Documentos com os protocolos já foram entregues à Secretaria de Saúde

FPF demonstra otimismo para retomada do Campeonato Paranaense em junho

Clubes teriam ao menos 20 dias para treinamentos antes do início dos jogos - Foto: João Vitor Rezende

A Federação Paranaense de Futebol (FPF) trabalha para oficializar a retomada do futebol no estado já no próximo mês, em partidas com portões fechados. A entidade se reuniu com a Secretaria de Saúde na última quinta-feira (14) e finalizou a entrega da documentação para protocolos de saúde referentes a volta dos treinos nesta terça-feira (19).

Em entrevista ao NEC, o presidente da FPF, Helio Cury, expressou otimismo para o retorno dos clubes aos gramados. “Dentro do necessário, encaminhamos tudo o que foi necessário e entendemos que o quadro no Paraná tem um diferencial em relação a maioria dos estados, com um controle muito bom até agora. Primeiro precisamos abrir a possibilidade de treinamento e depois de uns 20 dias vamos avaliando. Se houver um problema maior, suspendemos o campeonato. Temos que preservar a vida, não um jogo de futebol”, comenta o dirigente.

O diretor acredita que a retomada antecipada em alguns estados não causará desequilíbrio técnico para as competições nacionais. “Nós temos uma condição já definida com a CBF de que primeiro vamos terminar os campeonatos estaduais para depois iniciar o Brasileirão. No atual momento, a CBF tem até uma prerrogativa de começar essas competições para trabalhar a sua logística pra começar o Brasileiro, pois alguns estados não tem essa condição e vivem uma situação mais complexa. Com relação ao nível e a condição, isso é normal. Dos oito times que seguem no Paranaense, seis tem calendário maior e já estão a frente dos outros”, analisa.

Cury também afirmou que ainda não há nenhuma definição sobre protocolo de acesso aos estádios à profissionais responsáveis pela operação dos jogos e da imprensa.

Em nota, Secretaria da Saúde informou que uma comissão estadual, formada por especialistas em saúde, está avaliando a possibilidade de reabertura de atividades econômicas e tem como principal critério de análise o comportamento da curva de infecção pela Covid-19 no Estado, que segue em crescimento. O órgão do Governo do Estado também reforça que irá ampliar os testes na população nas próximas semanas, para poder entender o cenário no Paraná de forma mais aprofundada e ajudar a tomar decisões com maior segurança.

‘INCENTIVO’ ALEMÃO
O Campeonato Alemão, retomado no último sábado (16), serviu como um ‘incentivo’ para espelhar no futebol brasileiro o plano abordado no país europeu. Segundo o presidente, a maioria das determinações podem ser replicadas.

“Completo não, mas com algumas modificações. A maioria das determinações são gerais pra todo mundo. Temos exemplos do Avaí e Flamengo que fizeram testes e isso é importante pois estão colaborando, até porque, se o clube não faz o teste nesse jogador, que é seu patrimônio, eles continuariam suas rotinas e repassando esse problema aos demais, família, pessoas mais próximos. Nós adaptamos o que queremos junto com a CBF em um caderno de encargos e estamos prevendo toda essa situação para fazer o necessário para a retomada do campeonato”, explica.

Quanto a capacidade de testar atletas e comissões técnicas, Helio Cury explica que este ponto ainda será abordado em reunião com os oito clubes: “Temos que definir no início dos treinamentos, sentarmos para conversar com cada clube. Sabemos que o Athletico tem uma estrutura superior, enquanto o Rio Branco parece ter uma situação mais complicada. Com a volta do campeonato, a DAZN retoma o pagamento e vai transmitir todos os jogos, isso é de suma importância para que os torcedores possam acompanhar os jogos”.

Segundo Helio, a transmissão de jogos retornará de forma integral. “Volta tudo. É o contrato que nós temos, de três anos, com um dispositivo de tanto eles como nós em até 48 horas ao fim do campeonato podemos suspender o acordo. Até onde sabemos, não há intenção de nenhum dos dois lados de ativar essa cláusula”, finaliza.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!