Secretaria prevê testes para COVID-19 na reapresentação dos atletas

Protocolo de segurança prevê série de medidas para retomada das atividades

Secretaria prevê testes para COVID-19 na reapresentação dos atletas

Em um primeiro momento, treinamentos nos clubes serão individuais e agendados - Foto: João Vitor Rezende

PublicidadeNEC

A Secretaria de Saúde (Sesa) autorizou nesta segunda-feira (25) a retomada das atividades presenciais dos clubes de futebol que disputam o Campeonato Paranaense, incluindo o Operário Ferroviário. A decisão veio a partir de uma avaliação favorável do protocolo apresentado pela Federação Paranaense de Futebol (FPF) na última semana.

Via assessoria, o órgão estadual da área respondeu que não existe prazo para autorizar a realização das partidas. Segundo a Sesa, o protocolo utilizado será o desenvolvido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), com aval da FPF. “Paralelamente, os clubes consultaram a FPF e apresentaram protocolos próprios baseados em experiências estrangeiras e realizou também reunião com a Sesa”, aponta.

Para voltar ao trabalho, os clubes devem seguir desde normas básicas preventivas e de comportamento (evitar contato próximo, frequente higiene das mãos, não compartilhar objetos pessoais, entre outros) até outros pontos de maior especificidade. Segundo o Blog da Nadja, do Globoesporte.com, o protocolo prevê que todos os atletas e membros das comissões sejam testados antes da reapresentação e tenham suas temperaturas corporais medidas diariamente, treinos devem ser individuais com horários agendados, jogadores são responsáveis por limpar suas chuteiras e lavar em casa seus uniformes.

LEIA MAIS
Saúde autoriza volta dos treinamentos presenciais dos clubes do Paraná

Questionada se considera possível que os atletas sejam testados na reapresentação, a Secretaria indica que “é de responsabilidade dos clubes zelar pela segurança dos seus atletas e realizar os testes. A FPF assumiu que há compromisso de testes da COVID-19 com clubes, jogadores e sindicato de atletas”, indica a nota. Sobre a periodicidade dos testes, a Sesa ainda complementa que cabe aos clubes “fazer esse monitoramento e a fiscalização fica a cargo dos municípios onde os Centros de Treinamentos ficam localizados”.

LEIA MAIS
Operário prepara estrutura para retomada das atividades presenciais

Para o presidente da FPF, Helio Cury, a avaliação constante do contexto do coronavírus no Paraná determinará os próximos passos, como treinos coletivos e definição da data para o início dos jogos. “Temos que partir de uma premissa que a Secretaria tem de ter bom senso, pois nós dependemos do dia a dia, as coisas têm que ser gradativas. Seria prematuro já definir tudo. O protocolo diz que precisamos de 18 a 22 dias para treinamento dos atletas, primeiro individualmente e depois nos coletivos, e dos árbitros. Se tudo correr bem, temos tudo favorável. Se tivermos um agravamento da pandemia no estado, a situação será mais complexa e isso terá de ser repensado”, explica Cury.

Além dos times que disputam o Paranaense, também poderão retomar as atividades o Nacional de Rolândia e Toledo, que jogarão a Série D do Campeonato Brasileiro, e os times que disputam as duas divisões do Campeonato Brasileiro Feminino.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!