Base do Operário aprende sobre gestão de imagem nas redes sociais

Palestra faz parte de plano do Fantasma para formação dos jovens

Base do Operário aprende sobre gestão de imagem nas redes sociais

Categorias de base do Fantasma passam por atividades remotas desde março - Foto: José Tramontin/Operário

PublicidadeNEC

Os atletas e as comissões técnicas das categorias de base do Operário Ferroviário participaram durante esta semana de palestra sobre gestão de imagem nas redes sociais. Foram apresentados dados sobre acesso nas redes, casos de exposição de atletas que repercutiram positiva e negativamente, além de conteúdos para compartilhamento.

A palestra “Redes Sociais: imagem e conteúdo em jogo” foi ministrada pela profissional de marketing esportivo - especialista em comunicação digital - Debora Saldanha.

“Às vezes a gente faz um vídeo que pode parecer banal porque estamos postando em um perfil pessoal, e de repente isso pode ter uma proporção muito maior, acabando com um contrato de patrocínio ou prejudicando a carreira do atleta. Por isso, é necessário fazer uma gestão de imagem para além da carreira. O atleta tem essa questão da identificação do público e da torcida e a relação com as marcas, a possibilidade de patrocínios. Se você tem uma boa gestão de imagem, você também consegue lidar melhor com a pressão”, explica.

O coordenador das categorias de base do Operário, Fabiano Castro, esteve presente nas atividades e acompanhou o desenvolvimento dos jovens jogadores alvinegros.

“Essas atividades vão de encontro com o compromisso do clube com a formação integral dos jovens: não apenas a formação de atletas, mas de cidadãos. As parcerias são fundamentais para que a gente possa dar continuidade nesse compromisso, principalmente em época de isolamento social. O clube está buscando todas as formas possíveis de suprir essa lacuna que ficou pela falta de proximidade com os atletas”, expõe.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, as categorias de base do Operário suspenderam as atividades presenciais no dia 17 de março. Os atletas realizam desde então treinamentos em casa com supervisão das comissões técnicas por videoconferência. Além dos treinos, eles passam por cursos online e participam de atividades pedagógicas semanais também de forma remota.

* Com informações da Assessoria

Compartilhe essa notícia com seus amigos!