Operário paga R$ 50 mil ao Volta Redonda pela contratação de Marcelo

Valor poderá ser maior caso o Fantasma alcance a Série A do Brasileiro

Operário paga R$ 50 mil ao Volta Redonda pela contratação de Marcelo

Marcelo foi o 'camisa 10' do Fantasma na Série B do ano passado - Foto: José Tramontin/Operário

PublicidadeNEC

A negociação com o Volta Redonda para a chegada do meia Marcelo custou R$ 50 mil aos cofres do Operário Ferroviário. A informação foi confirmada na manhã desta sexta-feira (17), em nota, pela direção do 'Voltaço'.

O valor pago pelo Fantasma pode chegar a R$ 100 mil caso o clube alvinegro conquiste o acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro.

Marcelo, de 32 anos, solicitou a rescisão com a equipe carioca, mas houve a necessidade de uma contrapartida, pois o vínculo do jogador era mais longo no Rio de Janeiro.

"Foi uma vontade do Marcelo. Há mais de um ano que a gente tenta a renovação com o atleta, que não quis prosseguir. Nós só falamos que sem uma compensação financeira não seria interesse do Volta Redonda. A mudança no calendário também prejudicou, pois, mesmo se não tivéssemos aceitado, em dezembro o Marcelo estaria livre, sem o clube receber nada, uma vez que ele já tinha dito que não renovaria", pontuou o vice-presidente do Volta Redonda, Flávio Horta Júnior.

O contrato de Marcelo com o Operário deve ter duração de duas temporadas. Pelo Volta Redonda, ele fez 104 partidas oficiais e conquistou os títulos da Série D e da Taça Rio, ambos em 2016. No Fantasma, ele jogou 35 vezes na Série B do ano passado.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!