Londrina diz que não vai voltar aos treinos mesmo com aval da Sesa

Clube alega prioridade à saúde e contesta criação de custos extras

Londrina diz que não vai voltar aos treinos mesmo com aval da Sesa

LEC seguirá com atividades remotas, sem treinos presenciais na pandemia - Foto: Gustavo Oliveira/LEC

Em comunicado publicado no site oficial, o Londrina se posicionou de forma contrária à retomada dos treinos presenciais no estado, mesmo após a autorização da Secretaria de Saúde (Sesa). Nesta quarta-feira (27), o clube do norte paranaense pronunciou-se considerando a volta como irresponsável no momento, alegando prioridade à saúde e questionou criação de custos extras, como em testes para coronavírus, equipamentos de proteção e higiene, “por uma conduta imposta, não debatida e que reprovamos”.

O Governo liberou os times do Campeonato Paranaense ou com calendário nacional nas competições nacionais femininas e masculinas a voltarem aos treinos a partir da última segunda-feira (25). Para autorizar os treinos, a Sesa determinou o cumprimento de um protocolo de segurança, com regras para diagnóstico, distanciamento e logística das equipes.

A diretoria do ‘Tubarão’ reforçou que os esforços para volta da competição serão breves para quatro equipes, que deixarão o Campeonato Paranaense após a disputa das quartas de finais: “Um esforço absolutamente desnecessário levando-se em conta que não temos, pelo menos por enquanto, nem mesmo uma sinalização quanto ao que pode ocorrer com as demais competições do ano”.

O clube ainda perguntou a quem caberá responsabilização em caso de contaminação dos atletas e funcionários. O Londrina reforçou que continuará com os treinos de forma remota e que está em contato com a CBF a “respeito do que pode ser um momento adequado para o retorno, que precisa ser seguro e dentro da realidade de todos os clubes”.

“Mas é por querer ver cada um dos nossos torcedores, atletas e funcionários com saúde e alegria ao nosso lado que analisamos que o melhor a ser feito agora é esperar”, finaliza a nota.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!