Falta de higiene bucal pode agravar doenças em outras partes do corpo

Não cuidar da higiene bucal pode causar problemas também na saúde física

Falta de higiene bucal pode agravar doenças em outras partes do corpo

Manter uma higiene bucal adequada previne doenças mais graves como pneumonia | Foto: Divulgação

Você sabia que além dos problemas comuns da boca a falta de higiene bucal pode levar a problemas mais sérios? A equipe do Net Esporte Clube realizou uma entrevista com a dra. Fabiola Nascimento, que atende pela Planicon, e ela conta que as cáries, o mau hálito e a gengivite são doenças que as pessoas pensam quando se fala de falta de higiene bucal.

O descuido com a saúde bucal pode levar a doenças como Pneumonia, artrite reumática e endocardite bacteriana. A doutora explica que essas doenças podem ser causadas por bactérias bucais que vão para a corrente sanguínea e acabam chegando em alguns órgãos.

Além disso, a falta de cuidados com a saúde bucal pode causar o parto prematuro, isso acontece porque a gengiva das gestantes é mais suscetível a inflamações, dessa forma com a falta do hábito de uma higienização adequada as chances de desenvolverem alguma doença periodontal, aquelas que afetam a gengiva e a sustentação dos dentes, é grande, as infecções estimulam as contrações uterinas antecipando o parto. Dessa forma existem mais riscos de parto prematuro ou da criança nascer abaixo do peso. 

Quem tem diabetes também tem um risco maior de desenvolver doenças periodontais e inflamações na gengiva. Assim, com a falta de uma boa higiene bucal, feridas, perda óssea ao redor dos dentes e boca seca são problemas possíveis para quem possuí a doença. Além de poder agravar a diabetes

O tabagismo e a ingestão de bebidas alcoólicas podem causar o câncer de boca, esse tipo de tumor afeta os lábios e o interior da cavidade oral e é mais comum em homens.

A cárie é uma das doenças mais prevalentes no Brasil e no mundo. A lesão da cárie aparece por conta de diversos problemas, mas geralmente é pela falta de escovação adequada e consumo de açúcares. O uso de palito de dente pode acarretar fratura dentária. Não é o ideal na remoção de acúmulo de alimentos pois não remove corretamente as bactérias e restos alimentares. Gera dano ao dente e aos tecidos gengivais. 

A erosão dentária é a perda das estruturas do dente e causada pela ação de ácidos sem o envolvimento de bactérias. Esses ácidos podem ser por conta da alimentação com produtos que são naturalmente ácidos, de produtos industrializados, do retorno do ácido gástrico por conta do refluxo ou por vômitos frequentes.

Para evitar essas doenças a visita regular no dentista e uma boa higiene bucal são necessárias. Fabiola Nascimento dá dicas de como manter uma boca saudável. “Escovar bem os dentes e usar fio dental todos os dias, evitar comer entre as principais refeições, ingerir alimentos balanceados e usar produtos de higiene bucal que contenham flúor”.

A doutora ainda comenta que não devemos escovar os dentes logo após a refeição, devemos esperar 30 minutos que é o tempo necessário para a saliva neutralizar o PH dos alimentos e bebidas. Café, refrigerante e suco de frutas são bebidas que desregulam o PH e acabam contribuindo para a desmineralização dentária., que é a perda de minerais importante, como cálcio e o fósforo.

Escovas de cerdas duras também não são recomendadas, pois a rigidez causa o desgaste do esmalte dental. Escovas macias e com grande quantidade de cerdas são eficientes e não machucam a boca. Utilizar mais força que o necessário na hora da escovação, escovas desgastadas, grande quantidade de creme dental, pasta de dente abrasiva e enxaguantes bucais de forma exagerada também podem ser ações prejudiciais para a saúde bucal.

Procurar o dentista quando já está sentindo alguma dor é o erro mais cometido, é necessário que sempre estar indo ao profissional para avaliação e higienização dos dentes. Por conta dos problemas mais comuns como mau hálito pois o uso de enxaguantes bucais podem não ser a solução, eles são apenas produtos complementares a escovação e não obrigatórios. Problemas mais graves como ferimentos na boca que podem ser um câncer por conta do tabagismo ou bebidas alcoólicas ou também pelo HPV causado por conta do sexo desprotegido.

Dessa forma prevenir é importante. De acordo com a doutora a avaliação diagnóstica deve iniciar antes do nascimento do primeiro dente. “Desde a primeira infância é importante fazer o trabalho de prevenção de doenças, especialmente conta a cárie. É importante também o dentista orientar sobre a escovação com pasta de dente com flúor e a introdução de alimentos saudáveis, sem açúcar artificial, como balas, pirulitos, chicletes sucos artificiais e refrigerantes. E depois na adolescência e fase adulta, continuar com orientações de como fazer a higienização adequada, quando há maior chance de ter doenças gengivais e periodontais”. 

Os preços das sessões não podem ser divulgados por questão ética, porém conveniados da Planicon possuem desconto sobre a tabela. Quem quiser marcar atendimento pode entrar em contato pelo número (42) 99936-5540 ou (42) 3243-0022.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!