LDPG aguarda liberação da Prefeitura para começar Campeonato Amador

Equipes seguem sem realizar atividades de preparação para os campeonatos 

LDPG aguarda liberação da Prefeitura para começar Campeonato Amador

O Campeonato Master 35 já estava com os confrontos programados no início março - Foto: Ruan Diego

Ainda sem previsão de início para os Campeonatos Master 35 e o Amador Livre, a Liga de Futebol de Ponta Grossa (LDPG), aguarda pelas definições do projeto de lei que inclui as atividades físicas como essenciais em Ponta Grossa – aprovado pela Câmara de Vereadores no dia 19 de abril – para retomar as competições no município. O projeto de lei ainda passará pela avaliação da Prefeitura, que pode vetar ou aprovar a proposta. 

Treinador do Ypiranga, Júlio César Vida, comenta sobre o período sem treinos e jogos. “A gente tinha uma programação para começar os treinos em março, pensando no início dos campeonatos entre abril e maio, mas como não temos nada definido, não temos realizado treinos. Geralmente, nós começamos os treinamentos até 45 dias antes do início dos campeonatos, mas sem a liberação para treinos e jogos, as atividades num geral não estão acontecendo.”, diz. 

No que diz respeito ao Decreto Municipal – último publicado em 9 de abril, com validade entre 12 e 26 de abril, algumas atividades esportivas - até então consideradas não essenciais - estavam proibidas e/ou com restrições de funcionamento. Atividades esportivas coletivas amadoras estavam proibidas. Com a possibilidade de aprovação do projeto de lei, espera-se que aconteçam mudanças pontuais com relação à prática esportiva no município. 

Segundo o presidente da LDPG, Romildo Freitas, a Liga aguarda os desdobramentos do projeto de lei, para retomar as conversas com as equipes participantes de ambas as competições. No momento, o futebol amador segue sem previsão, até que a lei seja sancionada. Caso contrário, os campeonatos deverão permanecer suspensos, até que a Prefeitura libere a prática de esportes coletivos amadores no município, via Decreto Municipal. 

Procurada pela reportagem do Net Esporte Clube, a Prefeitura de Ponta Grossa esclarece que o Executivo possui um prazo de até 15 dias úteis após o recebimento do projeto de lei, para manifestação pelo veto ou sanção da proposta. Porém, o documento do projeto que inclui atividades físicas como essenciais aprovado pela Câmara, ainda não foi encaminhado à Prefeitura.

Assine o Clube NEC!

Colabore para manter a nossa cobertura de jornalismo independente sobre o esporte de Ponta Grossa (PR). Você tem opção de ajudar com uma pequena quantia todo mês no crédido recorrente ou, então, um valor para o plano semestral com desconto e opção de parcelamento ou boleto bancário em cota única!

Compartilhe essa notícia com seus amigos!