PublicidadeNEC

Fundesp não pretende usar recursos públicos para adequação da Arena

Novo presidente da Fundação comenta como pretende executar reformas

Por: Redação NEC em 09/01/2017 09:23:35 atualizado em 07/11/2018 19:46:10

Fundesp não pretende usar recursos públicos para adequação da Arena
Entregue no final do ano passado, obra da Arena ainda necessita reparos - Foto: Arquivo NEC

Há uma semana nomeado como presidente da Fundação Municipal de Esportes (Fundesp), Marco Macedo admite que a Arena Multiuso - recém entregue ao município após quase dez anos de obras - necessita de adequações na estrutura para receber jogos oficiais.


“Recentemente estive na Arena e participei de uma reunião com o engenheiro responsável pela obra. Entendo que são necessárias adequações. Precisamos aumentar a ‘área de escape’ pela segurança dos atletas”, aponta o presidente.


Além do espaço maior entre a quadra e as arquibancadas, o ginásio ainda precisa de redes de proteção e cabines de imprensa. Para facilitar o processo, o novo ‘homem forte’ da Fundesp propõe uma aproximação com especialistas no assunto.


“Penso que é necessário tirar a primeira fileira de cada arquibancada para aumentar a segurança. A minha ideia é chamar um responsável da Federação Paranaense de Futsal para ver o que precisa ser feito e atender as exigências”, explica.


Uma das questões que ficam no ar é como garantir recursos para mais obras no local? Após quase uma década de inutilidade, a praça esportiva custou mais de R$10 milhões aos cofres públicos. A intenção da Fundesp é não tirar mais um centavo do orçamento.


“Através da Lei de Incentivo ao Esporte nós vamos buscar recursos com empresas locais e atender as necessidades da Arena. Não podemos depender exclusivamente do orçamento da Fundação, pois é bastante limitado”, conclui Marco Macedo.

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Ponta-Grossa/3792/Fundesp-nao-pretende-usar-recursos-publicos-para-adequacao-da-Arena" data-text="Fundesp não pretende usar recursos públicos para adequação da Arena">
PublicidadeNEC