PublicidadeNEC

Operário encara o PSTC para recuperar ritmo de jogo de atletas

Fantasma realiza primeiro jogo-treino contra time que vai estar na Série D

Por: ‎Emmanuel Fornazari em 10/05/2017 10:05:35 atualizado em 15/11/2018 03:13:50

Operário encara o PSTC para recuperar ritmo de jogo de atletas
Serginho Paulista enfrentou o PSTC no ano passado no fatídico empate por 2 a 2 - Foto: Bianca Machado
Com a paralisação da Divisão de Acesso, os jogadores do Operário enfrentam um longo período de escassez de jogos. A equipe entrou em campo apenas uma vez após o fim da primeira fase da Segundona, que aconteceu lá no distante dia de 16 de abril.

Nesse período até agora, o Fantasma enfrentou o Trieste em jogo-treino no Estádio Germano Kruger.  Ciente que a paralisação do Acesso deve perdurar por, pelo menos, mais uma semana, a diretoria do Operário agendou dois embates contra o PSTC.

O primeiro duelo é nesta quarta-feira (10), às 19h30, no Estádio Ubirajara Medeiros, em Cornélio Procópio. O elenco do Fantasma viaja às 13h30 para a cidade do rival, que é o primeiro time - e talvez único, pelo tempo curto - que está na Série D que será confrontado nessa "pré-temporada" para o Brasileirão.

"É importante para movimentarmos os atletas e por enfrentarmos uma equipe que vai disputar a mesma competição que a nossa. Apesar de sabermos que eles têm características de jogo diferentes dos nossos rivais na primeira fase, será um bom teste para o Operário", avalia o técnico Gerson Gusmão.

Com apenas o meia Athos como reforço apresentado para a Série D já apresentado, o Fantasma tende a entrar em campo com a base que vinha atuando na Divisão de Acesso: Simão; Danilo Báia; Diego Macedo, Alisson e Peixoto; Chicão (William Daltro); Serginho Paulista e Washington; Dione, Jean Carlo e Lucas Batatinha (Vandinho). 

Último confronto

Na última vez que Operário e PSTC se enfrentaram, a partida terminou 2 a 2. O empate veio depois dos 40 minutos do segundo tempo, quando o Operário já tinha aberto dois gols de vantagem. 

O jogo foi visto como chave para o rebaixamento em 2016, já que - caso não tivesse trazido a igualdade de Cornélio Procópio - , o Operário teria dois pontos a mais na classificação ao fim da competição, o que era suficiente para fugir da degola.
https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Ponta-Grossa/4452/Operario-encara-o-PSTC-para-recuperar-ritmo-de-jogo-de-atletas" data-text="Operário encara o PSTC para recuperar ritmo de jogo de atletas">
PublicidadeNEC