Ponta-grossense garante título geral do Brasil no Sul-Americano

Brenda soma pontos para garantir conquista do caratê nacional

Ponta-grossense garante título geral do Brasil no Sul-Americano

Após quarto lugar no Sul-Americano, Brenda disputará o Mundial Escolar no Marrocos - Foto: Arquivo pessoal/Anderson Garret

A carateca Brenda Garret não conseguiu voltar de Guayaquil, no Equador, com a medalha individual no "kata" no Campeonato Sul-Americano de Caratê. Porém, com uma campanha de três vitórias, duas derrotas e um quarto lugar, a ponta-grossense ajudou o time brasileiro a conquistar o primeiro lugar geral na competição.

Na categoria 15/16 anos, Brenda venceu duas atletas do Chile e uma do Equador em eliminatórias simples. Na semifinal, a brasileira foi superada por uma atleta peruana, sendo vencida por um ponto de diferença. Com isso, ela disputou a medalha de bronze contra uma venezuelana, sendo novamente derrotada.

Apesar do tropeço na decisão de terceiro lugar, a posição da ponta-grossense no ranking da competição garantiu o título geral no "kata" para o Brasil.

“Foi uma honra defender o nosso país. Disputei contra alguns países como Chile, Equador, Venezuela e Peru. Para mim, o quarto lugar foi um resultado muito bom. Ajudei para que meu país se consagrasse campeão sul-americano em 2018”, ressalta a carateca.

Anderson Garret, treinador e pai de Brenda, destaca o desempenho da atleta na competição e já projeta a participação no Gymnasiade, em Marrakesh, no Marrocos. “Ficamos contentes com o resultado e por contribuirmos com a Seleção Brasileira. Estamos felizes pois o nível da competição é muito forte”, lembra o treinador.

O Gymnasiade é o campeonato mundial escolar e reunirá atletas de diversas categorias e modalidades. O torneio começa no dia 2 de maio e segue até o dia 10. Brenda disputará a categoria "kata" do Caratê.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!