PublicidadeNEC

Após Brasileiro, atletas do xadrez almejam crescimento técnico

Competição nacional direciona passos dos enxadristas

Por: Redação NEC em 04/06/2018 21:32:14 atualizado em 17/10/2018 05:18:24

Após Brasileiro, atletas do xadrez almejam crescimento técnico
Leonardo Herai Borges é filho do professor Lucas Borges - Foto: Lucas Borges

A programação de treinamentos dos enxadristas comandados pelo professor Lucas Silvestre Borges prevê a participação em torneios de alto nível. A intenção é aprimorar as habilidades do grupo. O Campeonato Brasileiro Amador de Xadrez, no último final de semana, foi uma dessas ocasiões.

Partidas com cerca de três horas e meia de duração deram aos ponta-grossenses a oportunidade de visualizar erros e acertos. Tendo em vista os Jogos Escolares do Paraná e uma competição nacional promovida pelo SESC Caiobá em agosto, o grupo procura evolução no tabuleiro.

“Agora pretendemos participar com mais atletas e evoluir tecnicamente, figurar entre os primeiros colocados. Ser campeão, ser vice, é decorrência de um trabalho perfeito”, afirma Lucas.

Para ele, que também atuou como participante na categoria Sub 1800, o tempo dado a cada jogador contribui para o crescimento. “Com o tempo de reflexão de 2 horas para cada jogador podemos acompanhar e analisar os jogos para evoluir o atleta. É diferente de outros torneios de tempo baixo”, conta.

Participaram da competição nacional dez enxadristas de Ponta Grossa, sendo apenas três com mais de 18 anos de idade. Enquan to isso, o restante dos participantes tinham, em sua maioria, idade superior à 30 anos. Do dez atletas ponta-grossenses, dois se destacaram nas primeiras colocações.

Lucas Silvestre Borges, no Sub 1800, ficou com a 4ª posição. Leonardo Herai Borges alcançou o 6º lugar no Sub 1600. “Para um torneio duro como este estamos felizes em figurar entre os dez primeiros”, acrescenta Lucas.

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Ponta-Grossa/6215/Apos-Brasieiro-atletas-do-xadrez-buscam-evoluir-tecnicamente" data-text="Após Brasileiro, atletas do xadrez almejam crescimento técnico">
PublicidadeNEC