Benefícios motivam a prática do Crossfoot mesmo no inverno

Gasto de calorias é um dos efeitos redobrados pela estação

Benefícios motivam a prática do Crossfoot mesmo no inverno

Acima de 14 anos qualquer pessoa pode participar do Crossfoot - Foto: Raylane Martins

PublicidadeNEC

Mesmo que o frio fale mais alto nesta época do ano, a prática esportiva no inverno é responsável por uma série de benefícios à saúde. Sabendo que os exercícios físicos exigem evolução constante, o professor e coordenador do Crossfoot, Alisson Campos, incentiva os praticantes da modalidade a não interromperem os treinamentos neste período.

“Quando ocorre uma parada dos atletas, na maioria das vezes no inverno, é afetada a evolução e a sequência dos treinamentos. Vale falar que nesta estação a queima de calorias é maior, pois o corpo tem que gastar mais para manter a temperatura. Isso não quer dizer que o aluno, perdendo mais calorias, pode ingerir mais também”, explica Alisson.

Mas os benefícios vão além da perda de calorias. O Crossfoot no inverno também influencia na prevenção de doenças, como a gripe. Além das melhorias no sistema imunológico, os mecanismos de defesa do organismo são fortalecidos pela prática. A liberação da endorfina melhora a disposição e o bom humor, enquanto a qualidade do sono também aumenta.

O professor Alisson Campos ainda reforça que a prática frequente da atividade física e do Crossfoot afeta diretamente na qualidade de vida e no bem estar.

Os treinos do Crossfoot acontecem atualmente na Sede de Oficinas, na Associação Recreativa Homens do Trabalho (ARHT), e na Sede do Jardim Carvalho, na Associação da Sanepar (ARESAN).

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC