Encaixe do saque é arma do Caramuru Vôlei para surpreender o Taubaté

Fundamento será primordial também na sequência contra os 'grandes'

Encaixe do saque é arma do Caramuru Vôlei para surpreender o Taubaté

Intenção do Caramuru Vôlei nos próximos compromissos é sacar forte e quebrar o passe dos rivais - Foto: José Tramontin/Caramuru

O Caramuru Vôlei tem uma missão dura na retomada da Superliga Masculina. Os ponta-grossenses viajam até Taubaté (SP), onde encaram os donos da casa pela abertura do returno. O confronto no Ginásio Abaeté está marcado para este sábado (12), a partir das 17h. Para surpreender o adversário, que ocupa a quarta colocação, o técnico Victor Hillmann Despindola aposta no encaixe de um fundamento primordial: o saque.

"Nosso principal foco contra o Taubaté é conseguir sacar bem. Não estávamos sacando tão bem até as primeiras vitórias. Estamos enfatizando bastante essa parte", explica o treinador. O objetivo é dificultar o trabalho de bola do rival. "Se Taubaté jogar com a recepção na mão, vai dificultar muito o nosso jogo e o nosso sucesso", acrescenta.

O fundamento deve ser prioridade também nos compromissos seguintes: contra SESC (RJ), SESI (SP) e Cruzeiro (MG). "Acreditamos muito que o saque será uma arma para fazer a diferença nesses quatro próximos jogos. Enfrentaremos equipes de alto investimento e que estão na parte de cima da tabela", frisa Victor.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!