Mesmo entre os melhores, NBPG tira lições de 'apagões' no Brasileiro

Técnico Milos Alexander faz ajustes antes do segundo turno

Mesmo entre os melhores, NBPG tira lições de 'apagões' no Brasileiro

Milos Alexander pretende evitar perda de foco do elenco ao longo do segundo turno do Campeonato Brasileiro - Foto: Rodrigo Czekalski/CCR

PublicidadeNEC

O Novo Basquete Ponta Grossa/CCR RodoNorte/UniSecal (NBPG) tem a terceira melhor campanha do Campeonato Brasileiro 2019. Nem por isso o técnico Milos Alexander está completamente satisfeito. Pelo contrário, o comandanter quer fazer ajustes importantes para o segundo turno da competição.

A principal preocupação são os 'apagões' sofridos pela equipe em circunstâncias pontuais dos confrontos. Esse cenário se repetiu em pelo menos três partidas: contra São João da Boa Vista (SP), Brusque (SC) e Cravinhos (SP). Somente contra os catarinenses o time conseguiu sustentar a vitória.

"Serve de aprendizagem. O campeonato está muito equilibrado e não tem um favorito. Por isso, temos correções que precisam ser feitas. Não adianta taparmos as situações", comenta Milos, que tenta encontrar motivos para os tropeços.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro de Basquete

"É um pouco pelo grupo ser jovem e um pouco por desfocar do nosso padrão. Quando a gente parte para o individualismo, pagamos o preço, pois não é a nossa característica. Creio que, apesar disso, a nossa equipe tende a crescer mais no segundo turno", avalia o treinador.

O próximo compromisso do NBPG/CCR RodoNorte/UniSecal é contra a Liga Sorocabana, no Ginásio Borell du Vernay. A data da partida deve ser homologada nos próximos dias pela Confederação Brasileira de Basquete (CBB).

Compartilhe essa notícia com seus amigos!