Atletas da ginástica de Ponta Grossa precisam de apoio para competir

A academia cede dois horários extra semanais gratuitos para o treinamento

Atletas da ginástica de Ponta Grossa precisam de apoio para competir

Para os alunos que tem destaque na modalidade os treinos são específicos - Foto: Divulgação/ Star Gym

A academia de ginástica artística, Star Gym, precisa de apoio para competir no paranaense. O local treina crianças de três a doze anos. Para os alunos que tem destaque na modalidade os treinos são específicos para participar de competições e representar a academia e Ponta Grossa em outras cidades. 

“As competições são da federação paranaense de ginástica, eles nos mandam exercícios obrigatórios e dentro disso nós treinamos as meninas para que os executem da melhor maneira possível”. Explica Nicole Dombroski, treinadora da academia. 

Para este ano, o cronograma oficial da competição ainda não foi definido. Para participar, os pais das crianças auxiliam com as taxas das competições e com transporte. A academia cede dois horários extra semanais gratuitos para o treinamento desses atletas.  

“Mesmo com os treinos extras não temos um volume de treino que supra a necessidade para a evolução delas é mesmo assim ainda ganhamos algumas medalhas em competições. Dificuldade é essa falta de apoio, competimos com centros de treinamento que tem o apoio das prefeituras. Cidades como Telêmaco, Curitiba, Londrina, Francisco Beltrão, tem treino em maior volume de horas e dias pois as crianças não precisam pagar as aulas, nossas meninas treinam em média 3 horas semanais enquanto os centros treinam 3 horas diárias”, explica.  

Compartilhe essa notícia com seus amigos!