PublicidadeNEC

Postura agressiva é estratégia do Caramuru na luta pelos playoffs

Alvinegros têm armas para "decisões" na Superliga

Por: Lucas Matos em 06/03/2018 19:56:38 atualizado em 09/11/2018 06:52:03

Postura agressiva é estratégia do Caramuru na luta pelos playoffs
Mudança de postura garantiu a vitória sobre o JF Vôlei - Foto: José Tramontin/Caramuru

O Ponta Grossa Caramuru Vôlei tem pela frente uma missão difícil, mas não impossível na Superliga Masculina. Garantida na temporada 2018/2019, a equipe sonha em avançar aos playoffs da competição - feito que seria inédito para os alvinegros.


Para alcançar a meta, os ponta-grossenses precisam vencer os jogos que restam na primeira fase: contra o Minas Tênis Clube (MG) e o Montes Claros (MG), além de torcerem para que o Lebes/Canoas (RS) some apenas um ponto nos seis que serão disputados.


Com um cenário de tudo ou nada, o técnico Fabio Sampaio cobra cada vez mais mudanças na postura do time. “A postura é ser agressivo. Aqui dentro de casa as coisas têm que ser diferentes para quem vem visitar. A postura vai ser agressiva do começo ao fim e, se temos chances, será o jogo da vida, mais um jogo da nossa vida”, reforça o treinador.


Na partida contra o JF Vôlei (MG) já foi possível observar mudanças no padrão de jogo do Caramuru. O elenco alvinegro de fato apresentou maior agressividade nos saques e nas jogadas de ataque, facilitando o trabalho nas jogadas defensivas. Foram nove pontos de saque, oito de bloqueio, 54 de ataque e 31 de erros do adversário.


“Quando você tem uma qualidade de saque você consegue trabalhar melhor o sistema de defesa que é o bloqueio e a própria defesa. Você consegue fazer uma junção. Foi isso o que aconteceu. Nosso saque começou a ficar um pouco mais equilibrado, com menos erros e taticamente bom. Conseguimos fazer a leitura lá em cima no bloqueio e também na defesa”, detalha Sampaio.


Além da mudança no padrão de jogo, o Caramuru terá o fator casa a favor. A equipe disputará os dois jogos decisivos ao lado da torcida. Sem o peso da luta contra o rebaixamento e daquela busca pela primeira vitória em casa, o técnico espera o time mais tranquilo em quadra.


“Precisávamos de um ponto para não cair e quando estava 2 a 1 nós já tínhamos esse ponto. Então todo mundo se tranquilizou. O ambiente ficou mais solto e o comportamento da equipe foi outro. Não tenho dúvida que daqui pra frente nós vamos jogar sem essa pressão, sem essa obrigação de vencer em casa, sem essa adrenalina que às vezes nos causa algo negativo”, conclui.

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Volei/5711/Postura-agressiva-e-estrategia-do-Caramuru-na-luta-pelos-playoffs" data-text="Postura agressiva é estratégia do Caramuru na luta pelos playoffs">
PublicidadeNEC