PublicidadeNEC

Tecnologia e análise de dados são armas para a Superliga

Especialistas analisam desempenho de atletas e adversários

Por: Lucas Matos em 28/07/2018 06:00:42 atualizado em 09/11/2018 00:28:46

Tecnologia e análise de dados são armas para a Superliga
Dados devem ajudar a comissão técnica em tempo real - Foto: José Tramontin/Caramuru

O esporte de alto rendimento é decidido muitas vezes nos detalhes. Exatamente por isso as equipes têm procurado profissionais que auxiliem na melhor forma de tomar decisões positivas durante as partidas. No Ponta Grossa Caramuru Vôlei não é diferente. O time que jogará a Superliga e o Campeonato Paranaense tem treinos e jogos acompanhados por um analista de desempenho.

Isac Ramos é o responsável pela função. Ele e mais quatro auxiliares coletam e analisam estatísticas dos atletas em quadra. São informações que ajudam a comissão técnica na tomada de decisão nos treinamentos e nos jogos.

Para Isac, a análise de desempenho é indispensável no voleibol de alto rendimento. “Hoje o trabalho de análise e estudo no voleibol é imprescindível. Podemos relacionar o voleibol a um jogo de xadrez: extremamente estudado. Esse trabalho é essencial para podermos munir a comissão técnica e os atletas de informações pertinentes sobre a própria equipe e adversários”, explica.

"[texto_aspas]"Entre os dados coletados estão: velocidade e precisão de saque, padrões ofensivos e defensivos, estatísticas individuais e informações táticas sobre os adversários. Mas para que tudo ocorra bem é necessário um suporte da tecnologia.

Nos jogos e treinos do Caramuru é possível observar profissionais com filmadoras, computadores e radares. Os equipamentos monitoram a velocidade das jogadas e geram relatórios em tempo real. O Data Volley, por exemplo, é um programa que repassa informações em tempo real para a comissão.

A vinda do Caramuru para Ponta Grossa foi um dos fatores que fortaleceu o trabalho da equipe científica dos alvinegros.

“Nós podemos usar toda a estrutura do Caramuru que cresceu muito, seja em material ou staff. Conseguimos trabalhar com computadores de alta qualidade. Também temos outros equipamentos que agregam em nossa análise de vídeo e relatórios”, destaca Isac.

Além do papel estratégico no clube, a análise de desempenho é vista como uma das ferramentas para fortalecer o voleibol dentro do país e aumentar a competitividade da Superliga. Por isso, as equipes científicas dos clubes possuem uma cordialidade entre elas, cedendo vídeos de todas as partidas em que são mandantes no campeonato nacional.

Para Isac, o acesso à informação dos jogos deve ser livre para alavancar o crescimento do esporte no país.

“A informação em si não deve ser negada ou dificultada. Quanto mais a gente se ajudar, independente de bandeira ou clube, mais o nosso voleibol vai se desenvolver. É uma maneira essencial para o esporte crescer. E claro, quem fizer a melhor análise do material recebido vai sair na frente no confronto”, avalia.

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Volei/6469/Tecnologia-e-analise-de-dados-sao-arma-do-Caramuru-para-Superliga" data-text="Tecnologia e análise de dados são armas para a Superliga">
PublicidadeNEC