Copa do Brasil: qual a chance de classificação do Operário para 2020?

Copa do Brasil: qual a chance de classificação do Operário para 2020?

O Operário Ferroviário não tem vaga garantida na Copa do Brasil 2020. Mesmo com uma boa campanha na Série B 2019, nada garante o Fantasma na competição nacional. A classificação inicial se dá pela campanha dos clubes nos campeonatos estaduais. No caso do Paraná são três vagas: Athletico (campeão do Paranaense), Toledo (vice-campeão) e Coritiba (3º colocado).

Caso o Furacão seja campeão da Copa do Brasil deste ano, a vaga ficará com o Londrina (4º colocado do Paranaense 2019).

Uma possibilidade de classificação alvinegra seria pelo Ranking de Clubes da CBF - que considera as campanhas nacionais dos últimos cinco anos. Porém, mesmo que termine a Série B com um desempenho satisfatório, o Operário não deve atingir uma colocação suficiente.

A tendência é que essas dez vagas fiquem com Palmeiras (SP), Santos (SP), Botafogo (RJ), Vitória (BA), Ponte Preta (SP), Paraná Clube (PR), Paysandu (PA), Juventude (RS), Londrina (PR) e Santa Cruz (PE).

Como os dois primeiros devem disputar a Libertadores, os times da sequência são Criciúma (SC) e Sampaio Corrêa (MA).

Se o Athletico for campeão e o Londrina se classificar pelo Paranaense, a próxima vaga do ranking deve ficar entre Bragantino (SP) e Brasil de Pelotas (RS). Ou seja, são muitas equipes à frente do Operário no Ranking de Clubes da CBF. Ainda há nesse meio times como Luverdense (MT), Botafogo (SP) e São Bento (SP).

ENTÃO QUAL A FORMA DO OPERÁRIO IR PARA A COPA DO BRASIL 2020?

Uma delas é sendo campeão da Série B 2019. O título da Segunda Divisão Nacional leva o clube direto para as oitavas de final da Copa do Brasil do ano seguinte. Mas há uma exceção. Se o campeão tanto da Libertadores quanto da Sul-Americana forem brasileiros, cai a vaga do campeão da Série B.

"Na hipótese do grupo de clubes brasileiros que disputará a Copa Libertadores tiver número superior a oito, o campeão do Campeonato Brasileiro da Série B/2018 deixará de acessar a Copa pelo critério 1 e iniciará a competição a partir da Primeira Fase, se houver conquistado classificação com base nos critérios 2 ou 3. Critério 2: Pertencer ao grupo dos 70 clubes oriundos dos certames estaduais/Distrito Federal, excluídos os clubes já identificados no critério 1", diz o regulamento. 

A segunda forma é torcer pelo Athletico na decisão contra o Internacional; e para Coritiba ou Londrina serem campeões da Série B. Essa combinação abriria uma vaga para o Operário pela campanha no Paranaense 2019, já que o time comandado por Gerson Gusmão terminou no 5º lugar geral. Nessa hipótese também não pode ocorrer título brasileiro na Libertadores e na Sul-Americana.

A última chance é que o Paraná ultrapasse Santa Catarina no Ranking de Federações. São quase dois mil pontos de diferença. Santa Catarina tem dois clubes na Série A, dois na Série B e teve o campeão da Série D. Em compensação, o Paraná tem no mínimo o vice-campeão da Copa do Brasil e quatro equipes na Série B.

Caso a ultrapassagem aconteça, a quarta vaga que o Paraná ganha vai para o Londrina. Aí o Fantasma torce para que o Athletico fature uma vaga na Libertadores da América; ou que Coritiba ou Londrina conquistem vaga direta para as oitavas da Copa do Brasil 2020.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
Felipe Gustavo

Felipe Gustavo

Jornalista formado pela UEPG em 2012, foi repórter de Esportes do Jornal da Manhã e setorista do Operário pelas rádios CBN e Difusora. Trabalhou no projeto Futsal Daqui, além de ter sido jornalista na Rádio MZ FM. Trabalha na produção de conteúdo da Rede Massa. É editor e comentarista no Net Esporte Clube.