O elenco respondeu

O elenco respondeu

Operário venceu o Londrina por 2 a 1 pela 11ª rodada da Série B - Foto: Londrina EC

O elenco do Operário, as dúvidas do treinador e uma desconfiança para uma grande parte da torcida, acabaram dando uma boa resposta no jogo diante do Londrina. Com tantos desfalques, alguns de última hora, o técnico Matheus Costa mais uma vez mostrou a sua competência e afinidade com o grupo ao escalar um time armado para surpreender o adversário e aqueles que tentavam anunciar uma provável formação.

A presença de Djalma Silva como um segundo ala da esquerda não só deu boa opção de velocidade ao ataque como também abriu o corredor para Fabiano. Marcelo deu o equilíbrio que o meio de campo tanto necessita, já que Leandro Vilela ainda destoa no setor, mais parecendo jogador-vagalume, que acende e apaga durante o jogo.

Schumacher, que mais uma vez foi a única opção para o miolo do ataque, fez um jogo de superação. Sem uma técnica apurada, ele brigou em todos os setores do campo. Mesmo perdendo duas grandes chances para marcar, mereceu uma nota elevada. É um protagonista do qual o treinador não abre mão. 

O confronto que ganhou contornos de muita rivalidade, não foi nenhuma beleza técnica, mas serviu para o Operário dar o troco em cima do Tubarão, vingando-se do jogo que custou a eliminação da disputa estadual. 

Por mais que a vitória tenha sido mais fruto da garra alvinegra do que propriamente de uma superioridade territorial, é preciso reconhecer a boa resposta do grupo, ainda que alguns jogadores, aproveitados no segundo tempo, ainda ficassem devendo. As mudanças foram para dar oxigênio ao time e aproveitar os espaços dados pelo L:ondrina, no desespero de colher melhor resultado. Mesmo descansados, Rafael Oller, Thomaz e Cleyton renderam muito pouco na hora de matar o jogo. Cleyton merece ser desculpado pelo longo tempo de inatividade, mas os dois primeiros mostraram que a posição deles no banco de reservas está de muito bom tamanho. 

Mesmo com tantas ausências e sufoco nos minutos finais, as duas vitórias em sequência deram um grande alivio ao torcedor, além de devolverem a esperança do acesso. A pontuação conquistada até aqui está dentro da expectativa traçada pela Comissão Técnica e conseguindo chegar aos 30 pontos no turno, o Fantasma só precisará de um pouco mais de acerto em suas linhas, a recuperação de titulares importantes para levar com êxito a sua proposta de chegar à elite do futebol brasileiro.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
Altayr Bail

Altayr Bail

Altayr Bail é jornalista profissional, com registro número 507 na Delegacia Regional do Trabalho no Paraná, desde 27/03/1973, com atuação nos jornais Diário dos Campos, onde foi redator e editor responsável por 17 anos, Diário da Manhã e Jornal da Manhã. Foi criador e redator do Jornal do Empresário, da ACIPG, editor dos boletins do Guarani e América Pontagrossense. Também foi o editor de programas esportivos nas rádios Clube, Difusora, Central do Paraná, CBN e Lagoa Dourada. Como apresentador de programas esportivos atuou na TV Esplanada (hoje RPC) e  TV Educativa. Trabalhou na Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal e na Liga Desportiva de Ponta Grossa. Escreve às segundas-feiras no portal Net Esporte Clube.