Operário é derrotado pela Chapecoense em estreia de novo técnico

Fantasma chega ao terceiro jogo seguido sem pontuar na Série B

Operário é derrotado pela Chapecoense em estreia de novo técnico

Disputa de bola durante a partida de hoje contra a Chapecoense - Foto: Matheus Cunha/ACF

PublicidadeNEC

O Jogo

Em partida intensa, o Operário perdeu para a Chapecoense na noite desta sexta-feira (23), em Chapecó e chegou a terceira derrota seguida na Série B. O jogo terminou em 1 a 0 para a equipe alviverde, que é líder da Competição. Foi a estreia do técnico Matheus Costa no comando do Fantasma.

Primeiro tempo

O jogo começou truncado, com muitas faltas e poucas chegadas à área ofensiva. A Chapecoense tentava buscar espaço, mas o Operário marcava firme, dificultando as jogadas do time catarinense. Aos 16 minutos, após cair na área, o atacante Maranhão reclamou de pênalti, mas o juiz entendeu como lance normal e mandou seguir.

A primeira boa chance do Fantasma veio com Jefinho, que recebeu cruzamento de Peixoto e tentou de cabeça, mas mandou para fora, aos 20 minutos de jogo.  O Operário seguiu marcando bem, sem dar espaço para a saída de bola da Chape que em 30 minutos jogados não realizou nenhuma finalização.  A primeira finalização da equipe alviverde veio aos 33 minutos. Após cobrança de escanteio pela direita o atacante Derlan subiu de cabeça e jogou para fora. 

Na sequência, a Chapecoense conseguiu criar a sua primeira jogada em velocidade.  Aos 34, Lucas Tocantins entrou na área e bateu para o gol, mas bola subiu demais e passou longe da meta alvinegra. A Chape teve algumas oportunidades em bola parada no final da primeira etapa, mas não conseguiu concluir. 

Segundo tempo 

Na segunda etapa a Chapecoense começou pressionando e em 2 minutos de jogo conseguiu três escanteios seguidos, mas não converteu as finalizações. Logo aos 6 minutos, em jogada trabalhada pela direita com Paulinho Mocelin, Aylon recebeu e cruzou para Anselmo Ramon que conseguiu sair da marcação e mandar de cabeça para o gol.

A equipe do Fantasma seguiu pressionada pelos comandados do técnico Umberto Louzer, que buscavam o segundo gol. O Operário teve duas chances de empatar a partida aos 17 e aos 20 minutos em faltas cobradas na entrada área, mas não aproveitou e mandou na barreira e por cima da meta adversária.

Com Douglas Coutinho, que arriscou uma bomba de fora as área o alvinegro teve nova chance, mas o goleiro adversário espalmou e mandou para a linha de fundo aos 28 minutos. A partida seguiu intensa, com muitas faltas de ambas a equipes. Aos 33, Paulinho Mocelin cobrou e jogou na área, Derlan cabeceou com perigo por cima do gol e passou perto de ampliar o placar. 

Após entrada forte em Douglas Coutinho o lateral direito Ezequiel recebeu o segundo amarelo e foi expulso da partida, aos 38 minutos. A Chape seguiu com um a menos nos minutos finais enquanto o  Fantasma buscava o gol de empate. Clayton dominou na entrada área e bateu colocado, mas a bola passou ao lado da trave e o empate não veio aos 43 minutos. Nos acréscimos, após jogada de Douglas Coutinho na área, Jean Carlo recebeu mas mandou por cima da meta.  

O alvinegro acabou derrotado por 1 a 0, permanece em 11º mas pode perder algumas colocações até o final da rodada. A Chape vai a 36 pontos e se mantém líder da Competição.O próximo compromisso do Fantasma é contra o Botafogo-SP, no sábado (31). O jogo acontece no Estádio Germano Kruger, às 21h30 e é válido pela 19ª rodada da Série B.

Desfalques 

O volante Pedro Ken foi o mais novo jogador confirmado com a Covid-19. O atleta foi o nono desfalque da partida pela contaminação do vírus. Desfalcaram a equipe: o zagueiro Reniê, os volantes Mazinho, Jiménez, Fábio e Pedro Ken, os meias Rafael Chorão, Aguada e Tomas Bastos e o atacante Schumacher. Todos estão em isolamento. Além destes, os laterais Alex Silva e Julinho estão em tratamento com a fisioterapia e não participaram do jogo de hoje.

Escalações

Operário: Thiago Braga; Sávio, Bonfim, Ricardo Silva e Peixoto (Fabiano); Leandro Vilela (Diego Cardoso), Marcelo e Thomaz (Clayton); Maranhão (Jean Carlo), Douglas Coutinho e Jefinho (Lucas Batatinha)

Chapecoense: João Ricardo; Ezequiel, Luiz Otávio, Derlan e Alan Ruschel ; Willian Oliveira, Anderson Leite e Aylon (Lima); Lucas Tocantins (Alan Grafite), Paulinho Moccelin e Anselmo Ramon

Ficha Técnica

Campeonato Brasileiro Série B – Chapecoense x Operário
Local: Arena Condá-SC 
Data e horário: 23/10/10 – 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Paulo César Zanovelli da Silva
Assistentes: Marcus Vinicius Gomes e Magno Arantes Lira
 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!