Artilheiro do Operário, Coutinho desmente suposta falta de foco

Jogador ficou algumas rodadas sem atuar na Série B com o ex-treinador

Artilheiro do Operário, Coutinho desmente suposta falta de foco

Douglas Coutinho na partida contra o Náutico - Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

Na vitória do Operário por 3 a 1, sobre a equipe do Náutico, na última sexta-feira (13), dois dos três gols do Fantasma foram anotados por Douglas Coutinho. Com a atuação, o atacante chega a 8 gols marcados e se reafirma como artilheiro da equipe na temporada.  

Os dois gols acabam com um longo jejum do atacante que não marcava desde a primeira rodada da Série B. Coutinho foi titular nas sete primeiras partidas do Campeonato e, a partir da oitava rodada, perdeu espaço e acabou ficando de fora das disputas sem sequer ser relacionado em duas ocasiões. O atacante só voltou a atuar na 15ª rodada, quando substituiu Clayton no segundo tempo da vitória sobre o Oeste. Na época, o ex-treinador da equipe, Gerson Gusmão, disse que o motivo do afastamento seria uma falta de foco do jogador que recebeu propostas de outras equipes no mesmo período. 

“A pessoa falar que eu estava sem foco, para mim, não faz diferença porque não foi a primeira vez que fiquei de fora. No Estadual também aconteceu e no jogo seguinte eu saí do banco, fiz gol e também falavam que eu estava sem foco. O que me interessa é o que eu faço e eu sei que estou fazendo muito bem e ajudando a equipe. Para uma pessoa que perde o foco, recuperar é totalmente difícil, ainda mais em um esporte como o futebol que é bastante competitivo, tem muitos jogadores qualificados  e acredito que se eu estivesse sem foco algum desses jogadores estaria jogando no meu lugar agora e eu to provando que estou tendo foco total aqui”, explica o jogador. 

O atacante afirmou que chegou a conversar com a diretoria do clube, declarando que aceitaria um acordo de liberação se os responsáveis concordassem com a suposta perda de foco, mas acabou mantido.

“Se eu mesmo achar que não estou ajudando  vou ser o primeiro a pedir para ir embora, mas eu sei que estou e sei do meu potencial e os meus companheiros também estão me ajudando bastante. Então eu acredito que em momento algum eu perdi foco. Estou aqui ajudando o Operário e é o que eu quero fazer”, relata. 

Coutinho chegou ao Operário em janeiro deste ano, emprestado pela equipe do Athletico, como uma das principais contratações da temporada. Em julho, assinou contrato em definitivo com o Fantasma, que vai até 2022. Dos oito gols marcados pelo jogador, cinco foram na disputa do Campeonato Paranaense e os outros três, na Série B. Atrás de Coutinho vem o atacante que Jefinho, com cinco e na sequência  Schumacher e Lucas Batatinha, com três gols cada. 

Na próxima partida o Operário enfrenta o América-MG pela 23ª rodada da Série B. O jogo acontece no próximo sábado (21), às 16h30, no Estádio Germano Kruger. 
 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC