Operário anuncia demissão do técnico Matheus Costa

Decisão aconteceu após a equipe chegar a 7 jogos consecutivos sem vitória

Operário anuncia demissão do técnico Matheus Costa

Passagem de Matheus Costa no Operário durou 11 meses, com 50% de aproveitamento. Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

Chegou ao fim a passagem de Matheus Costa  no comando técnico do Operário Ferroviário. Após uma sequência de sete jogos consecutivos sem vitórias, com 4 derrotas e 2 empates, o treinador não continua mais em Vila Oficinas para a sequência da Série B. Além de Matheus Costa, o clube comunicou também a saída do preparador físico Rodolfo Mehl. O anúncio aconteceu por volta de 13h30 desta quarta-feira (29), por meio das redes sociais do Operário Ferroviário.

Matheus Costa chegou ao Fantasma em outubro de 2020 e havia completado recentemente 11 meses à frente da equipe. Era, portanto, o treinador mais longevo da série B. No Operário, o treinador obteu a marca de 63 jogos, com 27 vitórias, 15 empates, 21 derrotas e 50,8% de aproveitamento.

O melhor momento de Matheus Costa no comando do Alvinegro foi no segundo turno da Série B da temporada passadal, quando o Operário teve a 2ª melhor campanha do turno, atrás apenas da campeã Chapecoense. Com os bons resultados naquela oportunidade, o Fantasma terminou a competição em 8º lugar, com 57 pontos - 4 de distância do Cuiabá, que terminou na 4ª posição.

Entretanto, nesta temporada os bons momentos da equipe aconteceram principalmente na 1ª fase do Campeonato Paranaense. Eliminado nas semifinais do estadual para o Londrina e na Copa do Brasil para o Coritiba, o Operário teve dificuldades em conseguir manter regularidade na Série B. Com isso, Matheus Costa não resistiu a uma sequência de 7 jogos sem vitória. Nas últimas 10 partidas, o Fantasma conquistou apenas uma vitória - contra o Vasco, na 20ª rodada.

Na nota oficial publicada pelo clube, não existe menção sobre o auxiliar-técnico Leandro Nieheus. Após a demissão, o ex-treinador operariano também se manifestou nas redes sociais. "Hoje, por uma decisão do clube, me despeço depois de uma derrota em que jogamos bem, mas não conseguimos suportar a pressão com um jogador a menos. Mesmo disputando a série B mais difícil de todos os tempos, criamos a expectativa do acesso fazendo um bom primeiro turno. Mas não conseguimos manter o mesmo ritmo, principalmente após a perda de atletas, seja por contusão ou por saídas para outros clubes, inclusive atleta que hoje é um grande destaque na Série A".

Na partida de sexta-feira, contra o Náutico, o treinador Joel Preisner, do sub-19, deve comandar a equipe em caso de não permanência de Leandro Nieheus. O clube deve informar a situação de Nieheus nos próximos dias.

Assine o Clube NEC!

Colabore para manter a nossa cobertura de jornalismo independente sobre o esporte de Ponta Grossa (PR). Você tem opção de ajudar com uma pequena quantia todo mês no crédido recorrente ou, então, um valor para o plano semestral com desconto e opção de parcelamento ou boleto bancário em cota única!

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC