Operário tenta suprir desfalques e acertar posicionamento da zaga

Fantasma não terá os volantes Chicão e Léo Salinho contra o Londrina

Operário tenta suprir desfalques e acertar posicionamento da zaga

Micael (esq.) pode ganhar vaga na zaga caso Marcelo jogue de volante - Foto: Josué Teixeira

PublicidadeNEC

O técnico Itamar Schulle começa a dar indicativos de como o Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC) vai entrar em campo diante do Londrina. A partida acontece nesta quarta-feira (11) no Estádio do Café, às 20h, pelo Campeonato Paranaense.


O Fantasma tem dois desfalques para enfrentar o atual campeão. Os volantes Chicão e Léo Salino estão suspensos. Com isso, o técnico terá que encontrar duas opções para o mesmo setor da equipe.


Pelo treinamento realizado na manhã desta segunda-feira (09), o zagueiro Marcelo Carvalho deve retornar à posição de origem e atuar como primeiro volante. Já o experiente Lucas, a princípio, completa o setor desfalcado.


A vaga aberta na zaga segue em disputa entre Micael e Sosa. O sistema defensivo, inclusive, é aquele que mais tem deixado o técnico Itamar Schulle preocupado. Dos três gols sofridos no Estadual, todos saíram de bolas alçadas na área.


“Nós temos que nos prevenir, ter bastante atenção. É necessário que os atletas conversem, porque muitas vezes o atacante surge por trás da defesa ou entre os zagueiros”, aponta Micael - cotado para ser titular.


Para o atacante Juba, o Operário precisa entrar desde o início da partida com o objetivo de atacar. “Nós temos que ir para cima e buscar fazer o gol primeiro, até porque quando se sai atrás do placar, se cansa mais”, destaca o avante.


No período da tarde desta segunda-feira, os jogadores titulares receberam folga. Eles voltam a treinar amanhã, às 8h30, com o restante do grupo. O Operário viaja para Londrina, às 13h30, onde irá pernoitar para o jogo de quarta.
Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC