Operário não desiste, mas acha difícil retorno do lateral Maílton para 2020

Jogador vinculado ao Mirassol vem recebendo propostas desde o fim da Série B

Operário não desiste, mas acha difícil retorno do lateral Maílton para 2020

Maílton foi contratado pelo Operário por empréstimo para jogar a Série B e liberado após a penúltima rodada do campeonato - Foto: José Tramontin

PublicidadeNEC

A diretoria do Operário Ferroviário corre contra o tempo para formar a equipe que vestirá a camisa do Fantasma em 2020. Depois do fim do Brasileirão da Série B, o clube já liberou 15 atletas por fim de contrato e emprestou dois. Mailton, liberado antes mesmo do último jogo do campeonato, é desejo do clube para 2020, mas a definição está se alongando. 

O presidente do Grupo Gestor do Operário, Álvaro Góes, reconhece que o desempenho de Maílton no clube fez com que o atleta fosse alvo de propostas de grandes clubes. Segundo ele, o Operário lançou proposta, mas não pode ficar refém do retorno. 

“O Mailton está tendo muita procura. Vamos aguardar, não descartamos ele mas estamos tentando acertar outros jogadores, porque não podemos ficar na dependência dele. Acho muito difícil que ele fique no Operário”, explica Álvaro. 

Apenas uma contratação foi confirmada pelo clube até o momento. O meia Tomás Bastos chega do Paysandu. Os atletas do elenco alvinegro se apresentam para a pré-temporada no dia 26 de dezembro. O primeiro compromisso do Operário em 2020 é pelo Campeonato Paranaense, no dia 19 de janeiro - o Fantasma estreia em casa, contra o Cascavel CR.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC