Gersinho fala sobre mudanças para o jogo com o CAP e briga por posição

Técnico do Operário reconhece que o time ainda pode melhorar no Paranaense

Gersinho fala sobre mudanças para o jogo com o CAP e briga por posição

Gerson Gusmão concedeu entrevista coletiva antes do treino de sexta-feira (28) - Foto: João Vitor Rezende

PublicidadeNEC

Apesar de quatro atletas do Operário Ferroviário estarem suspensos no jogo contra o Athletico, o técnico Gerson Gusmão não pareceu 'perder o sono' para definir o time titular deste domingo (1º). De última hora, o rubro-negro aceitou um ofício do Operário Ferroviário e Douglas Coutinho estará liberado para jogar o confronto. Para os demais desfalques, o comandante tem substitutos à disposição que, segundo ele, saberão cumprir a função à altura e precisam brigar por vaga no time titular.

Cumprem suspensão nesta rodada Douglas Nascimento, Tomás Bastos, Hector Bustamante e Fábio. "Temos jogadores que tem condições de suprir bem as ausências. Vamos perder opção de banco, porque são quatro jogadores a menos que poderíamos ter, independente de sair jogando. Acabamos ficando com um leque menor de opções para durante o jogo, mas quem entra vai dar conta do recado e tenho certeza que vamos fazer um jogo bom", avalia.    

"Esperamos um retorno daqueles que estão entrando. Temos muita gente boa esperando oportunidade e quando ela aparece assim, confiamos que esses jogadores vão procurar fazer o seu melhor para permanecer na equipe. Todo mundo tem que conquistar a posição ou manter ela no dia a dia", frisa.

Para jogar contra o Athletico, Gersinho cobra do elenco a mesma concentração, competitividade e qualidade técnica do jogo contra o União. "Teremos que fazer um jogo firme para não deixar que o adversário, pela sua velocidade e juventude, consiga impôr o seu ritmo. Nós temos que ditar o ritmo, até porque jogamos em casa", afirma Gersinho.

Em coletiva, Gerson Gusmão também reconheceu que o Operário ainda não mostrou o máximo de sua força no Estadual e busca evoluir. "Não estávamos satisfeitos com nossas apresentações, sabemos que podíamos render mais e ainda precisamos render mais, estamos trabalhando para isso, ajustando algumas coisas em um processo um pouquinho mais demorado do que esperávamos, talvez pelas mudanças em boa parte da equipe ainda estejamos com dificuldade em algumas coisas, mas só o trabalho e a certeza de que precisamos melhorar para podermos fazer jogos melhores, buscar um jogo convincente, sobrar em relação ao adversário", crava. 

O Operário joga contra o Athletico no próximo domingo (1º), às 16 horas, no Estádio Germano Krüger. O confronto é válido pela 9ª rodada do Campeonato Paranaense. 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC